sexta-feira , 19 janeiro 2018
Capa / /
19/01/2018
Dr. Leonardo mostra ZPE em Santa Catarina
Por: Assessoria
Deputado Leonardo em reunião com integrantes Cooperativa Aurora de alimentos, Chapecó - SC.

Deputado Leonardo em reunião com integrantes Cooperativa Aurora de alimentos, Chapecó – SC. (Foto: Lis Ramalho/ALMT)

 

O parlamentar estreitou as relações entre

os empresários e o governo estadual

 

Vice-líder do governo na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Dr. Leonardo (PSD) foi designado para fazer as conversações com empresas para serem implantadas na Zona de Processamento de Exportação (ZPE), de Cáceres.

Neste final de semana, o parlamentar esteve em Chapecó (SC), reunido com diretores da Cooperativa Central Aurora Alimentos, mostrando as potencialidades de Mato Grosso, Cáceres e região.

O parlamentar estreitou as relações entre os empresários e o Governo do Estado. A reunião, segundo Dr. Leonardo, foi produtiva e contou com a presença do presidente da cooperativa, Mário Lanznaster; o vice-presidente, Neivor Canton; a gerente de controladoria, Marinei Rocha; o representante comercial em MT, João Paulo; a engenheira ambiental, Renata e o diretor agropecuário, Marcos Zordan. “Além dessa, continuaremos nos reunindo com várias outras empresas de diversos segmentos”, disse.

A ZPE é considerada um divisor de águas para a economia de Mato Grosso. Segundo a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (SEDEC), MT deverá gerar 50 mil empregos diretos e indiretos. Desses, 5% das vagas deverão ser destinadas aos menores aprendizes. É o que pretende o deputado Dr. Leonardo, que apresentou um projeto de lei voltado a esse assunto.

 

Deputado Leonardo em reunião com integrantes Cooperativa Aurora de alimentos, Chapecó - SC. (Foto: Lis Ramalho/ALMT)

Deputado Leonardo em reunião com integrantes Cooperativa Aurora de alimentos, Chapecó – SC. (Foto: Lis Ramalho/ALMT)

 

Segundo o parlamentar, o município de Cáceres e a região sofrem há anos com o tráfico de drogas e este problema assola principalmente os jovens da cidade. Inúmeras famílias acabam vendo seus filhos sendo “adotados” pelo mundo das drogas, pois muito deles, sem opção de trabalho, se iludem com as promessas de dinheiro fácil e rápido oferecido pelo mundo do tráfico.

“Grande é o desespero das famílias ao verem seus filhos se tornarem adolescentes e se envolverem nessa terrível realidade, por carência, por necessidades e pela pouca ou até falta de vagas no mercado de trabalho. Ao proporcionar à juventude o chamado primeiro emprego, um novo futuro se abrirá, repleto de oportunidades”.

Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Publicidade