quinta-feira , 18 janeiro 2018
Capa / /
18/01/2018
Confirma morte de “Jihadi John” em ataque de drone
Estado Islâmico
Por: Celso Antunes

internacional

Um meio de comunicação associado ao Estado Islâmico divulgou nesta terça-feira (19) uma elegia para “Jihadi John”, membro do grupo militante que recebeu notoriedade global por filmar execuções de reféns, informou a organização de monitoramento Site.

O militante, que foi identificado como Mohammed Emwazi, cidadão britânico de origem árabe, foi descrito na revista “Dabiq”, do Estado Islâmico, por seu apelido no grupo, “Abu Muharib Al-Muhajir”.

O Exército dos Estados Unidos informou em novembro que estava “razoavelmente certo” de ter matado Emwazi em um ataque com drones.

Com 27 anos, “Jihadi John” pertence a uma família de classe média e estudou informática antes de viajar para a Síria, em 2012. Ele nasceu no Kuwait e teria se mudado para Londres aos 6 anos, crescendo no bairro de classe média de North Kensington.

Emwazi foi apelidado de “Jihadi John” numa referência ao beatle John Lennon e por causa de seu sotaque britânico.

Em todos os vídeos de decapitação em que aparece, ele está mascarado, vestido de preto, sendo visíveis apenas os olhos, e segura uma faca enquanto profere ameaças ao Ocidente. Ele é um dos quatro britânicos que vigiam reféns ocidentais do EI e que receberam apelidos com os nomes dos integrantes dos Beatles: John, Paul, George e Ringo.

De acordo com responsáveis dos serviços secretos britânicos, cerca de 500 radicais que cresceram no Reino Unido integram as fileiras do EI na Síria e no Iraque. (Com agências internacionais)

Um comentário

  1. Chique o comunitário

Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Publicidade