sexta-feira , 19 janeiro 2018
Capa / /
19/01/2018
Financiamento para camelôs e sacoleiros
FOMENTO AOS PEQUENOS
Por: MARIA NASCIMENTO TEZOLIN/Secretaria de Comunicação

Abertura de linha de crédito

 

fomento

 

O diretor de operações do MT Fomento, João Paulo Fortunato, apresentará, no próximo dia 28 de março, às 14 horas, em reunião na sede da Associação dos Camelôs do Shopping Popular, uma proposta de minuta de abertura de linha de crédito destinada ao fomento aos camelôs e sacoleiros de Mato Grosso. A decisão foi anunciada hoje (14), pelo presidente do órgão Mauro Milton V. Ferreira Mendes, em reunião na sede do MT Fomento, articulada pelo deputado Sebastião Rezende.

 A meta proposta pelo governo, através do secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Seneri Paludo, é encontrar mecanismos de fortalecimento dessa categoria que gera mais de 3 mil empregos diretos e cerca de 5 mil indiretos em Mato Grosso.

 Para apresentar a minuta, os técnicos vão avaliar a demanda e apontar quanto poderá ser disponibilizado, quem terá acesso, como, quais os prazos a serem seguidos e as garantias a serem dadas. “Vamos fazer um estudo prévio e apresentar uma proposta para definir percentuais e formas de concessão dos benefícios”, resumiu Fortunato.

O deputado Sebastião Rezende lembrou que esta foi a terceira reunião com vistas a encontrar melhorias para o setor e que “é importante encontrar uma linha de crédito dentro das possibilidades de tomação de empréstimo e de pagamento pelos camelôs de todo o estado, para que o trabalhador tenha condições de, atuando, ter acesso e poder gerar mais empregos”.

O presidente da Associação dos Camelôs, Misael Galvão, lembrou que cerca de 2 mil trabalhadores esperam pelo fomento e que a expectativa é de se conseguir empréstimos com juros subsidiados, sendo que o ideal seria algo em torno de 6% a 8% ao ano, com foco no capital de giro. “Temos um grupo de trabalhadores que já tem seu empreendimento e precisa de recurso para comprar mercadorias e aumentar a sua competitividade. Com o que foi acordado hoje já é possível realizar grandes sonhos da categoria e fortalecer a classe em questão de competitividade”.

 A abertura de linha de crédito é uma das quatro formas de contribuição que o governo estuda para a categoria. As demais são: a adoção de uma nova legislação tributária unificada para o setor, a garantia de representação desses trabalhadores no Fórum Estadual das Micro e Pequenas Empresas e a adoção de um plano de negócio com fins de instituição da primeira cooperativa desses trabalhadores em Mato Grosso.

Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Publicidade