segunda-feira , 22 janeiro 2018
Capa / /
22/01/2018
FEDENTINA

 

DOENÇAS

“Ratos de Asas”

tomam conta do

Mercado do Produtor

de Quatro Marcos

"As pombas têm ocasionado prejuízos para nós" Foto Celso Antunes
“As pombas têm ocasionado prejuízo para nós”
Foto Celso Antunes

Celso Antunes

As lentes d´O Comunitário estiveram no município de Quatro Marcos. Na oportunidade compareceu ao Mercado do Produtor e constatou in loco o quanto o recinto é desprovido de gerência.
Segundo informações a feira acontece na quarta e no domingo. Muita gente comparece, prestigiando aos produtos da agricultura familiar, caso de alface, melancia, enfim, uma gama de produtos que vai direto às mesas dos consumidores.
Além do hortifrutigranjeiro pode ser degustado garapa gelada, suco de laranja, lanches e o tradicional pastel. A galera fica empinhada comendo… A feira tem bom público, mas as lentes d´O Comunitário flagrou a imundícia protagonizada por dezenas de pombos que habitam no Mercado do Produtor no município de São José dos Quatro Marcos.

"Esses bichos vão nos matar" Foto Celso Antunes
“Esses bichos vai nos matar”
Foto Celso Antunes

A feira, ou seja, o Mercado do Produtos fica logo ao lado, vizinho da rodoviária, onde os visitantes chegam e veem a sujeira: fezes, penas dos pombos que assolam o Mercado do Produtor. ‘Isso sem contar os gravetos dos ninhos’, diz senhor indignado.
Percorrendo algumas barracas e conversando com os proprietários que falam que não tem apoio nenhum por parte da Prefeitura de Quatro Marcos. ‘Isso aqui fica a Deus dará. Não tem uma administração. Não tem atuação da Vigilância Sanitária. Na verdade não podemos nem mexer, colocar uma melhoria que a Prefeitura não deixa’, disse Dona Rosânia do Pastel.

"E aumenta rápido" Foto Celso Antunes
“E aumenta rápido”
Foto Celso Antunes

Ela foi mais além, contando que a coisa só não fica pior porque aqui no meu lugar eu lavo, jogo água, desifetante e fazemos muito barulho para os pombos irem embora enquanto fazemos a feira’, disse.
A Dona Rosânia Fernandes de Oliveira falou bastante. Colocou toda a sua indignação para O Comunitário. ‘Essa feira é uma porquice. Se eu tivesse outro local de trabalho, não ficaria mais aqui no meio da bosta de pombos’.

"As bostas é contagiosa cheias de bactérias" Foto Celso Antunes
“A bosta é contagiosa cheia de bactéria”
Foto Celso Antunes

Pouco mais adiante voltou a dizer que essa desatenção por parte da Prefeitura, ‘talvez seja porque não é cobrado nenhuma taxa para com a nossa permanência no Mercado do Produtor , daí o abandono ser completo, principalmente no tocante a sujeira causada pelos pombos’, esbravejou.
Outra senhora que falou muito foi a Dona Helena da barraca de alface. ‘Olha, aqui não tem ninguém que possa estar olhando esse problema para nós. Quando eu venho preparar o local para a minha venda, dá tristeza em ver como encontro isso aqui. É pena por todo lado, bosta que não tem quantia, fedentina, se não bastasse tenho que gritar, fazer barulho para espantar os pombos, senão eles cagam em cima dos meus alfaces’, destacou.

Dona Rosânia do Pastel preocupa muito com a situação Foto Celso Antunes
Dona Rosânia do Pastel se preocupa muito com a situação
Foto Celso Antunes

Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Publicidade