quinta-feira , 18 janeiro 2018
Capa / /
18/01/2018
Lançamento de livro aquece cenário acadêmico em Cáceres
Trabalho histórico-linguístico
Por: Assessoria
livro história

A obra desenha um atlas com os principais acontecimentos linguísticos de nomeação das cidades mato-grossenses

Pesquisadores, professores, acadêmicos e autoridades de Cáceres participaram do lançamento do livro “Atlas dos nomes que dizem histórias das cidades brasileiras: um estudo semântico-enunciativo do Mato Grosso”, realizado na última sexta-feira (29/04), no Centro Cultural da cidade.

A historiadora Elizabeth Madureira Siqueira, que prefaciou a obra, afirmou que Cáceres guarda uma riqueza inestimável para a pesquisa histórica, terreno fértil para mestrandos e doutorandos presentes no local, das áreas de Linguística, Literatura, Letras e História.

A professora Madureira contou que teve a oportunidade de revisitar Cáceres e conhecer alguns locais, que nem sempre integram a programação turística oficial. Ela visitou o Instituto Histórico Geográfico, Núcleo de Documentação de História Escrita e Oral (Nudheo/Unemat) e Arquivo Municipal, que congrega acervo da prefeitura e câmara municipal. Segundo ela, os locais guardam acervos riquíssimos, livros de atas de eleições manuscritas em caneta à pena, jornais e atas de sessões planárias da Câmara para nomeação de ruas. “Um material original riquíssimo, que corre o risco de virar arquivo”.

Sobre o livro Atlas dos nomes que dizem histórias das cidades brasileiras, a professora afirmou que “Não é apenas um trabalho linguístico, mas um trabalho histórico-linguístico”. A obra desenha um atlas com os principais acontecimentos linguísticos de nomeação das cidades mato-grossenses: Cuiabá, Porto Esperidião, Cáceres, Poconé, Santo Antônio do Leverger, Alto Araguaia, Alta Floresta, Figueirópolis d’Oeste, Salto do Céu, Vera, Santa Carmem, Cláudia e Sinop.

Um dos organizadores da coletânea, o professor Taisir Karim, afirmou que essas pesquisas são possíveis com o desenvolvimento da pós-graduação e oferta de cursos de mestrado da Unemat. “Fazer ciência é fazer história. Precisamos pensar o que é possível fazer dentro da ciência”. A intenção é que no próximo ano seja lançado o segundo volume, incluindo a história de outros municípios do estado.

Escrito por reconhecidos cientistas sociais ligados ao campo da linguagem, a coletânea traz 14 textos de pesquisadores, docentes e discentes da Unemat e de diversas instituições superiores, como a USP, UFMT, UFSCar, UFMG e Unicamp.

O livro é fruto de projetos de pesquisa que contam com o apoio financeiro da Fapemat e do CNPq. Tem como base estudos desenvolvidos pelo grupo de pesquisa, intitulado “Nomes próprios: estudos da significação e atlas dos nomes que dizem histórias das cidades brasileiras”, ligado ao Centro de Estudos e Pesquisa em Linguagem (Cepel), do Programa de Pós-graduação em Linguística, da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat).

Também participaram do lançamento, o engenheiro Adilson Reis, do Instituto Histórico Geográfico de Cáceres, o Pró-reitor de Ensino de Graduação da Unemat, Anderson Marques do Amaral, e Joelma Aparecida Bressanin, coordenadora do Centro de Estudos e Pesquisas em Linguagem (Cepel).  

Como ter acesso: O livro “Atlas dos nomes que dizem histórias das cidades brasileiras: um estudo semântico-enunciativo do Mato Grosso”, organizado por Taisir Karim, Ana Di Renzo, Joelma Aparecida Bressanin e Jocineide Macedo Karim, será distribuído a bibliotecas do estado e já está disponível para aquisição no site da Editora Pontes:  http://ponteseditores.com.br/loja/index.php?route=product/product&product_id=781  

Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Publicidade