REDAÇÃO

0
68

Aluno do 4º ano da

EM ‘Raquel Ramão da Silva’

ganha concurso de redação

Assessoria

O Concurso de Redação da Paróquia São Luís existe desde 2009 e faz parte dos festejos em honra ao Padroeiro (São Luiz) de Cáceres, enfocando a cada edição o tema da Campanha da Fraternidade da Igreja Católica, que é lançada na 4ª feira de Cinzas todos os anos. Para a realização do Concurso, a Paróquia conta com o apoio da UNEMAT por meio da Pró-reitoria de Extensão e Cultura que designa uma Comissão para avaliar e julgar as redações.

Aluno Roberto Lira da Silva, da Escola Municipal "Raquel Ramão da Silva"
Aluno Roberto Lira da Silva, da Escola Municipal “Raquel Ramão da Silva”

São convidadas todas as escolas de Ensino Básico, públicas e privadas do município de Cáceres, inclusive as escolas rurais. Para que haja a participação das escolas municipais, principalmente das escolas rurais, há o apoio da Secretaria Municipal de Educação e Cultura.

O Concurso de Redação é destinado a estudantes do Ensino Básico de Cáceres, nas seguintes categorias: Ensino Fundamental (2º ao 5º ano); Ensino Fundamental (6º ao 9º ano); Ensino Médio (1º ao 3º ano).

Este ano participaram 11 escolas ,com 21 redações, sendo 04 do 2º ao 5º ano, 09 do 6º ao 9º ano e 08 do Ensino Médio.

O objetivo do Concurso, afirmam os organizadores, é instigar o pensamento, a pesquisa, a criatividade e o raciocínio dos alunos das escolas públicas e privadas, valorizando a produção de texto, por meio da reflexão sobre o tema da Campanha da Fraternidade.

Após fechamento da pontuação, a comissão da Unemat chegou ao seguinte resultado:
_ Ensino Fundamental (2º ao 5º Ano) – Roberto Lira da Silva, 4º Ano, da Escola Municipal “Raquel Ramão da Silva” – Professora responsável: Gracilene da Conceição Moura.
_ Ensino Fundamental (6º ao 9º Ano) – Isabelle Ayumi Almeida Pires, 8º Ano, da Escola Estadual “União e Força” – Professora responsável: Renilce Barbosa Cebalho.
_ Ensino Médio (1º ao 3º Ano) – Thaís Helena da Silva, 3º Ano, do Colégio Imaculada Conceição – CIC – Professora responsável: Alyne Oliveira Lima.
Veja a redação do aluno Roberto Lira da Silva, da Escola Municipal “Raquel Ramão da Silva”:

Fraternidade e Tráfico humano

O tráfico humano é uma forma de escravidão nos tempos de hoje e desrespeito ao ser humano. O tráfico humano é proibido, tem pessoas que fazem por maldade e por dinheiro, dizem para as mulheres que irão ser modelo, chega lá é tudo mentira. Colocam para vender seu corpo, mandam para longe da sua família. É bom ficarmos espertos para não cair no truque. Denuncie para romper a corrente e ter a liberdade.
Na correção, a equipe considera Introdução, desenvolvimento e conclusão do texto. Roberto obteve 14 pontos. O máximo seriam 20.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui