Aedes Aegypt deve morrer

0
6

Dengue é uma luta de todos:

Secretaria de Saúde intensifica ações

Não deixe o mosquito Aedes matar você e sua família - Ilustração
Não deixe o mosquito Aedes Aegypt matar você e sua família – Ilustração

Para reforçar o trabalho que já é feito durante todo o ano em Cáceres, a Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Vigilância Sanitária, está promovendo diversas ações de prevenção contra o mosquito da dengue “Aedes Aegypt”, que também é o grande responsável pela Zika Virus e Chikungunya.

Para o Prefeito Francis Maris, a única maneira eficaz de combater a dengue é através de uma parceria entre o poder público e a sociedade. Por esta razão Francis vem acompanhando de perto todas as atividades da secretaria. “As ações de conscientização são passos importantes para alcançarmos o objetivo de, se não erradicarmos, diminuirmos sensivelmente a reprodução do mosquito, mas precisamos também dos moradores para darmos continuidade ao trabalho de prevenção, pois, quase a totalidade dos focos estão instalados em áreas privadas. A conscientização é o nosso principal aliado nesta luta”, destaca Francis.

O secretario de saúde, Roger Rodrigues, concorda com o prefeito. “A população também é responsável pela limpeza e eliminação de focos do mosquito vetor”. Ele avalia como fundamental que os moradores façam sua parte evitando jogar lixo em terrenos baldios e não deixando objetos espalhados pelos quintais, terrenos ou depósitos, como pneus velhos, garrafas e recipientes que acumulem água parada. O secretário conclama a população a facilitar o acesso dos agentes de saúde quando os mesmos visitarem suas casas e estabelecimentos comerciais para inspecionarem o local.

A agente de saúde Karina Jatobá Coimbra, explica que a larva do Aedes aegypti pode ficar até um ano sem água e, depois de ter contato com a água, ele se transforma em mosquito em apenas uma semana. “Nós agentes de endemias continuamos o nosso trabalho de fiscalização em locais vulneráveis e nas residências que recebemos denúncias. É impressionante o descaso e falta de compromisso de algumas pessoas”, explica Karina.

“Nós não conseguiremos controlar a doença sem o apoio da população.” O desabafo é da Coordenadora da Vigilância Sanitária do município de Cáceres, Mayara Albuquerque. Ela ressaltou que um trabalho intensivo preventivo ou, tão logo um caso seja positivado para dengue, tem sido desencadeado. “No entanto, se os quintais continuarem com recipientes que possam acumular água, se a limpeza não for feita de forma adequada, poderemos fazer de tudo, o mosquito transmissor vai encontrar um ambiente propício para se reproduzir. Diante disso, a conscientização de toda a comunidade é fundamental para vencer a guerra contra a doença”, orienta.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui