ALIMENTAÇÃO

0
2

PALADAR

População aprova

Cozinha Comunitária

Agnaldo Ortega & Esposa: moradores do Vitória Régia Foto Celso Antunes
Agnaldo Ortega & Esposa: moradores do Vitória Régia
Foto Celso Antunes

Celso Antunes

Inaugurada há poucos dias, a Cozinha Comunitária ‘Irmã Maria Estevão’ tem sido bastante prestigiada. Localiza-se no bairro Vila Mariana. As pessoas que lá comparecem são de diferenciados bairros. Uns pela primeira vez, outros mais vezes. Segundo eles porque o preço é bom, acessível, principalmente pelo sabor da comida.

A administração da Cozinha Comunitária está ao cargo da Professora Filomena, ex-vereadora e, que, sobretudo, tem larga experiência na arte de culinária.

O Jornal O Comunitário esteve in loco e registrou a eficiência do trabalho. Indagou aos presentes que foram taxativos em afirmar que a qualidade dos serviços são muito bons. Em destaque o casal Agnaldo Ortega e Silvana Martins moradores do bairro Vitória Régia, que disseram que ‘as instalações são higiênicas, muito bem ventiladas e bastante sorriso na recepção, assim, com certeza Deus abençoa, podemos dizer que está muito bom’.

Trabalhadores Mototaxistas Foto Celso Antunes
Trabalhadores Mototaxistas
Foto Celso Antunes

Cumprindo planejamento de cardápio os sabores, os pratos são diversificados, caso do strogonoff de carne, arroz, feijão, escondidinho de chuchu, salada de alface e tomate, suco de uva e gelatina.

O atendimento ao público inicia-se das 11h às 14h, ou seja, qualquer pessoa pode usufruir vez que trata-se de funcionamento normal, como qualquer restaurante. As pessoas que não são cadastradas, pagam o preço de R$ 5,50, enquanto que as carentes recebem as informações pela agente social, Patrícia Araújo, que permanece no local diariamente das 11h às 12h. Ela faz trabalho de encaminhamentos a Secretaria Social onde serão avaliados e cadastrados.
O projeto Cozinha Comunitária, que na verdade é um restaurante popular, ‘atende em torno de 180 pessoas por dia, contudo, tão logo os cadastros forem finalizados, e mais pessoas começarem a conhecer, chegaremos à meta que é de 500 pessoas ao dia’, disse Professora Filomena.

Portanto, a Cozinha Comunitária se encontra apta para bem atender aos moradores, aos visitantes como um todo. ‘Estamos trabalhando para bem servir a quem aqui chega’, enfatizou Filomena.

Família... Foto Celso Antunes
Família… Foto Celso Antunes

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui