FETHAB

0
2

DISCUSSÃO

Audiência Pública diz

como usar dinheiro

do FETHAB

A mesa ouve representante da Corixinha Foto Celso Antunes
A mesa ouve representante da Corixinha
Foto Celso Antunes

Celso Antunes

Na última sexta-feira o auditório da Câmara Municipal esteve lotado. Era a Audiência Pública sobre o uso do dinheiro do FETHAB. Muitos moradores de Assentamentos marcaram presença; entre as autoridades locais: Secretário de Obras Walter Zarcarkim, Deputado Doutor Leonardo, Jeremias do Sindicato Rural, Rubens Macedo, Alvacir Alencar, Tarcísio Paulino, enfim, o evento esteve caloroso, tanto o ambiente quanto a discussão.

Liderado pela Vereadora Valdiníria Dutra, a Audiência Pública realmente teve uma discussão bastante ampla, dado que a reclamação era geral. Cada representante de sua região exigia mais do que o outro. Ideia e mais ideia de como empregar o dinheiro do Fethab, somando até o próximo pagamento a quantia de R$ hum milhão.

Aparecida Rocha Garcia líder da Comunidade Barranqueira Foto Celso Antunes
Aparecida Rocha Garcia líder da Comunidade Barranqueira
Foto Celso Antunes

Essa Audiência Pública é registrada em Ata, encaminhada ao Prefeito, entre outras burocracias, vira Projeto de Lei, passa pelos Vereadores, ou seja, muita discussão ainda a ser apresentada.

Entre as propostas apresentadas duas tiveram maiores destaques. A primeira que o presidente da OMDECA de Caramujo, Luiz da Guia, pede que a maior fatia do dinheiro seja empregada na região do Distrito do Caramujo porque, segundo ele, é a região que mais produz na pecuária, na agricultura familiar etc. A outra proposta foi unânime em que as estradas que passam ônibus escolar recebam os primeiros trabalhos de melhorias.

MOROSIDADE

A Audiência Pública indica que com a verba do FETHAB pode sofrer atraso de execução dos trabalhos. Verdade que foi apresentado opinião de que deve alugar maquinário com o dinheiro. Também que a preferência é comprar maquinário, inclusive já com processo de compra encaminhado. Outra verdade que a Prefeitura não terá a total liberdade para pensar como executar os trabalhos com o recurso do FETHAB. Verdade que os problemas estão em voga, o tempo urge, é célere e pode se emperrar nas discussões. Não que não seja salutar a Audiência Pública, pelo contrário, é válido sim, agora que atenda logo aos anseios do povo.

Para a vereadora Valdiníria dentro de 15 dias já tem resposta de como realmente vai ser empregado o recurso do FETHAB em Cáceres. “É um dinheiro que vem para a Prefeitura todo mês, então estamos tentando construir a melhor maneira de bem usar esse recurso. Acredito que vai ser bastante rápido as definições de propostas”, analisou a Vereadora.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui