Comandante coloca a Marinha de MT e MS no combate à Dengue

0
1

A Marinha do Brasil, por intermédio do Comando do 6º Distrito Naval, ampliará nos Estados do Mato Grosso do Sul e do Mato Grosso, a atuação dos militares no combate ao mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, chinkungunya e zika vírus.

O trabalho ocorrerá em quatro fases.

A primeira fase começará nesta sexta-feira (29) com um mutirão em todas as 12 organizações navais nos municípios de Ladário, Corumbá, Porto Murtinho, Cuiabá e Cáceres, bem como com a limpeza de terrenos pertencentes à Instituição. O objetivo da ação é chamar a atenção para os cuidados necessários contra o mosquito, além de eliminar possíveis focos de proliferação do Aedes nestes locais. Essa fase ocorrerá até o dia 4 de fevereiro.

contra
Comandante da Marinha

A segunda etapa, prevista para ocorrer no dia 13 de fevereiro, prevê a mobilização de até 970 homens e mulheres da Marinha. Em parceria com os governos estaduais e municipais, os militares farão a distribuição de material impresso com orientações para que a população se informe e se engaje no combate ao Aedes. No panfleto também vai constar um número de telefone local para envio de denúncias sobre onde haja proliferação do mosquito.

Entre os dias 15 e 18 de fevereiro ocorrerá a terceira etapa, quando os militares estarão diretamente envolvidos no combate ao mosquito.

Essa fase do trabalho será realizada em uma ação também coordenada com as autoridades locais e terá visitas domiciliares, acompanhados de agentes de saúde, para inspecionar possíveis focos de proliferação, orientando os moradores e, se for o caso, fazendo aplicação de larvicida em criadouros.

A última etapa, ainda em fase de discussão entre os Ministérios da Saúde, Defesa e Educação, prevê o emprego de efetivos militares em visitas a escolas. A meta é reforçar o trabalho de conscientização das crianças e adolescentes sobre como evitar a proliferação do mosquito transmissor.


Para o Contra-Almirante Petronio Augusto Siqueira de Aguiar, Comandante do 6º Distrito Naval, esta nova iniciativa ressalta a necessidade da união de esforços e a mobilização do Distrito Naval, dos Poderes Estaduais e Municipais e de toda a população para que possamos vencer esta batalha na nossa região pantaneira. 

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui