Os Vereadores mais perto do povo

0
53

Café no Bule diz não acreditar que o

Executivo esteja tentando “melar”

a realização das Sessões Itinerantes

 

camara intenerante 

                O vereador Edmilson Campos (Café no Bule) – principal oposição ao modelo de gestão do prefeito Francis Maris Cruz (sem partido) no Legislativo Cacerense diz não acreditar que o Executivo Municipal esteja tentando “melar” a realização das Sessões Itinerantes nos principais Bairros e Comunidades Rurais durante os meses de fevereiro, março, abril e maio.

            “Apesar do prefeito contar com o apoio político de 8 dos 11 vereadores não acredito nas notícias veiculadas na imprensa de que a administração esteja pressionando a direção da Câmara na tentativa de impedir que o Poder Legislativo esteja durante 4 meses em contato direto com a população que nós representamos” argumenta Café no Bule.

              Segundo o vereador Edmilson Campos autor da propositura que prevê a realização das Sessões Itinerantes em agosto de 2014 durante a gestão do então presidente Alvasir Ferreira de Alencar (PP) a proposta teve o apoio unânime, mesmo assim não foi implementada. Em fevereiro de 2015 já na presidência do vereador Marcinho Lacerda (PMDB) a proposta foi reapresentada e também obteve o apoio unânime dos vereadores.

            “A realização das Sessões Itinerantes é a oportunidade que a população terá para conhecer mais de perto o trabalho do legislativo e cobrar ações de melhorias para as suas comunidades. Isso fortalece a Câmara, por isso não tenho dúvida que será implementada” acredita Café no Bule.

            Pela proposta as Sessões Itinerantes deverão ser realizadas nos bairros: Jardim das Oliveiras (Empa), Cohab Nova, DNER, Garcês, Vitória Régia, Vila Real, Cavalhada, Jardim Cidade Nova, Vila Irene, Jardim Guanabara, Jardim Paraíso e Maracanãzinho. Na zona rural as sessões deverão ocorrer nos distritos de Vila Aparecida, Nova Cáceres (Sadia), Clarinópolis, Horizonte d’Oeste, Caramujo e Limão.

            “Continuo otimista com relação a realização das Sessões Itinerantes. Desde que assumi esse meu 2º mandato venho trabalhando para colocar os representantes do povo mais próximos dos seus representados. Jamais poderei acreditar que uma proposta que tem o apoio dos 11 vereadores seja engavetada por que não agrada o Executivo” desabafa Café no Bule.

            O vereador Marcinho Lacerda (PMDB) e nem a vice presidente Valdeníria Dutra Ferreira (PSD) escolhida como coordenadora das Sessões Itinerantes ainda não se manifestaram publicamente a respeito dos boatos, noticiados pela imprensa, de que o Executivo está trabalhando politicamente para impedir a concretização do projeto sob o argumento que isso irá provocar desgaste para a administração junto a população.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui