POLÊMICA

0
9

AUMENTO

Câmara aprova cobrança

da Taxa do Lixo junto

com a conta d’água

SEDE DO LEGISLATIVO CACERENSE
SEDE DO LEGISLATIVO CACERENSE

Assessoria

Durante sessão que varou a madrugada a Câmara de Vereadores aprovou por 8 votos a 3 o Projeto de Lei Complementar nº 04 de 4 de dezembro de 2015 que define a base de cálculo da taxa de cobrança do serviço de coleta, transporte, tratamento, destinação e disposição final dos resíduos sólidos, urbano e especial do município de Cáceres.A chamada Taxa do Lixo será cobrada mensalmente junto com a conta d’água a partir do mês de janeiro de 2016. Residências e estabelecimentos comerciais pagarão a taxa tendo como base de cálculo o valor da tarifa. Imóveis sem hidrômetros irão pagar a taxa do lixo tendo como base de cálculo o valor do metro quadrado.Apesar do debate acalorado que se estendeu até às 2hs da manhã desta terça-feira (15.12) a matéria foi aprovada com voto contra dos vereadores Edmilson Campos (Café no Bule), Félix Alvares (SD) e Tarcísio Paulino (PSB).

Para o vereador Edmilson Campos (Café no Bule) a taxa mínima deverá ficar em torno de R$ 10 reais, totalizando R$ 120 reais por ano. “Esse valor será mais caro em relação ao valor de muitos IPTU de vários bairros da nossa cidade. A população vai se revoltar, pois está claro agora que a intenção dessa administração quando criou a autarquia da água no mês de abril que o objetivo era apenas o de arrecadar” desabafou Café no Bule.

O vereador Tarcísio Paulino (PSB) tentou sensibilizar os demais vereadores, mas não obteve êxito. “Essa Casa comete um equívoco ao aprovar esse projeto, pois a população não irá se conformar quando receber sua conta de água no mês de janeiro com a taxa do lixo embutida” declarou Tarcísio.

Já o vereador Félix Alvares (SD) disse não ter dúvida que muitos irão pagar caro por conta da aprovação da cobrança da taxa do lixo junto com a conta d’água. Para Alvares, hoje a prefeitura paga por ano quase R$ 2,5 milhões pelo serviço de coleta do lixo.

“Esse montante a partir de agora será arrecadado através da taxa do lixo. Se esse valor aumentar conseqüentemente se aumentará também o valor da taxa. Não tenho dúvida que muitos irão se assustar quando receberem a sua conta” alertou Félix.

Apesar da chiadeira da bancada de oposição ao modelo de gestão do prefeito Francis Maris Cruz (sem partido) no Legislativo Cacerense o projeto foi aprovado com os votos a favor dos vereadores; Marcinho Lacerda (PMDB), Edmilson Tavares (PMDB), Valdeníria Dutra Ferreira (PSD), Salmo César (PROS), Cabo Pinheiro (PRTB), Alvasir Alencar (PP), professor Domingos (PSC) e Manoel Leiteiro (PSDB).

O projeto agora seguirá para a sanção do prefeito Francis Maris Cruz para que possa ser implementado a partir de janeiro do ano que vem.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui