“Revitalização do Sangradouro, José Bastos e Canal do Renato e a instalação de eco barreiras nos respectivos córregos”, diz Mazéh

0
129

Em Sessão realizada nesta segunda-feira, 13, na Câmara Municipal de Cáceres a Vereadora Prof Mazéh Silva apresentou 5 indicações ao Poder Executivo, contendo as demandas da população cacerense que chega ao mandato através de muita escuta do atendimento presencial (visita aos bairros e acesso da população ao gabinete) e demandas recebidas também através das nossas redes sociais.

Vereadora Mazéh – Arquivo

Reforma e/ou troca completa dos brinquedos dos parquinhos recreativos das escolas de educação infantil do município de Cáceres. Os parquinhos infantis são muito importantes para o desenvolvimento das crianças. Mais do que um passatempo divertido, o parquinho de escola também ajuda na coordenação motora, na socialização da criança e na percepção do mundo que tem à sua volta. Ao brincar no parquinho da escola, a criança faz uma série de exercícios musculares enquanto corre, sobe escadas, faz força para pular e interagir com os brinquedos. “Essa indicação se dá pelo fato de que os parquinhos da maioria das escolas são antigos e apresentam avarias nos brinquedos prejudicando as atividades e por consequencia o aproveitamento pedagógico dos mesmos”, pontua a vereadora que também é professora pedagoga da rede municipal de ensino.

Cascalhamento e o patrolamento das ruas do bairro Cavalhada III, que é um dos muitos bairros da cidade que as ruas não tem asfalto, necessitando urgentemente de patrolamento e cascalhamento, melhorando as condições de trafegabilidade aos moradores.

Revitalização do Sangradouro, José Bastos e Canal do Renato e a instalação de eco barreiras nos respectivos córregos. Em pesquisa feita na Universidade do Estado de Mato Grosso e Secretaria de Saúde de MT no ano de 2013, fora contatado que:

“Foi possível identificar que os córregos Sangradouro e Canal do Renato são os mais degradados e poluídos. Na nascente do córrego Sangradouro, a poluição não é visível; essa realidade permanece até o córrego entrar na área urbana, quando a degradação torna-se bastante aparente. No Canal do Renato, a situação é diferente, pois a nascente está localizada em área urbana, tornando-a um ambiente muito fragilizado”.

(OLIVEIRA-JUNIOR et. al, 2013, p. 3273). “É imprescindível que sejam adotadas políticas públicas de meio ambiente, que visem a educação ambiental dos cidadãos cacerenses para que num futuro próximo a preservação dos córregos urbanos sejam uma realidade para todos os munícipes, mas, sobretudo, seja feita a revitalização dos córregos e a implementação de eco barreiras, que podem ser importantes instrumentos para garantir a preservação e o combate ao desaguamento de poluidores no Rio Paraguai e nos próprios córregos” pondera a vereadora cacerense.

Revitalização da calçada em torno a Praça da Bíblia na Rua Sete de Setembro, de acordo com a vereadora “As calçadas em torno da Praça da Bíblia encontram-se em péssimas condições para os transeuntes naquele local. A praça é utilizada para prática de esportes e caminhada pelos cidadãos cacerenses e na atual situação torna-se um perigo para pessoas com mobilidade reduzida e até para outras pessoas, uma vez que, é possível constatar com simples olhar buracos e partes quebradas na calçada”, diz Mazéh Silva.

Formação e implantação de equipe de psicologia, psiquiatria e assistência social para atendimento 24 horas na Unidade de Pronto Atendimento, UPA. Mazéh justifica a indicação “Esta indicação vem de encontro a situações que ocorrem na UPA/Cáceres onde ocorrem os atendimentos de urgência e emergência. Falecimentos ocorrem com frequencia e nem todas tem família com instrução pra desenrolar a papelada e lidar com a dor da perda. Ocorre também o atendimento em pacientes com problemas de saúde mental como crise de transtorno de ansiedade, crise de depressão profunda e tentativa de suicídio. Sendo necessário e importante que os cidadãos cacerenses que procuram o serviço de saúde da UPA tenha este atendimento humanizado, realizado por psicologas e assistentes sociais. Para tanto a prefeitura poderá firmar parcerias com instituições de ensino como UNOPAR que oferece o curso de serviço social, FAPAN com o curso de psicologia e Medicina e UNEMAT com o curso de medicina, afim de oferecer capacitação aos profissionais da rede ou equipe formação equipe de estagiários de acordo com os cursos citados.”

As matérias legislativas, acima indicadas, seguem para as devidas secretarias municipais, a fim de serem avaliadas e executadas pelo poder executivo municipal, ou seja, agora cabe a prefeitura municipal de Cáceres realizar as melhorias aqui apontadas. A população cacerense aguarda resposta e ações positivas.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui