Vereadora Mazéh indica melhorias para os bairros Vila Irene, Massa Barro, outros

0
141

Na segunda, 20/12 ocorreu a última sessão ordinária do ano na Câmara Municipal de Cáceres, na qual a parlamentar Mazéh Silva (Partido dos Trabalhadores) apresentou seis indicações, demandas trazidas pela população cacerense, ao Executivo Municipal.

Indica a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Logistica – SMIL:

Realização de obra de revestimento asfáltico no trecho de intersecção entre a Rua dos Pescadores e a Rua Cabaçal, que se encontra sem a devida pavimentação (foto1). Tal situação, além dos transtornos ocasionados pelas intempéries (poeira ou lama, a depender da época do ano), que atingem diretamente os moradores próximos e transeuntes, concorre diretamente para o entupimento das vias pluviais, pois a água coletada pelos bueiros traz consigo os sedimentos, impedindo o regular escoamento.

Indica a construção de rotatória ou faixa elevada no cruzamentocruzamento das vias Av. São João, Av. Pedro Alexandrino de Lacerda, Rua dos Pescadores e Via Arco Iris, próximo ao CAPS, em frente à Praça Pantanal (foto2). Ocorre que, apesar de haver sinalização vertical limitando a velocidade, os veículos transitam bem acima desse limite, inexistindo sinalização complementar para indicar a preferência entre tais vias. É intenso o fluxo provindo dos bairros Vila Irene, Massa Barro, Cohab Nova, Jd. Padre Paulo, Jd. Aeroporto e outros.

Além disso, existe ciclovia acompanhando a Av. São João, e os ciclistas, chegando ao cruzamento, ficam desorientados, em meio aos automóveis e motocicletas, expostos ao risco de atropelamentos.

PEQUENO TRECHO SEM ASFALTO – ASSESSORIA

Indica a Prefeitura Municipal de Cáceres, Secretarias: de Educação, Meio Ambiente, SMIL a Construção de Ecoparques utilizando materiais recicláveis. A criação de ecoparques em pequenos espaços ociosos da cidade, sobretudo aqueles frequentados por crianças, vem no intuito de para fortalecer as políticas de preservação ambiental, especialmente no que tange aos projetos voltados para o reaproveitamento de resíduos, como pneus, proporcionando também práticas de educação ambiental com toda a comunidade envolvida no processo.O reuso de pneus, um resíduo volumoso que não pode ser compactado e oferece sério risco quando fica exposto sem nenhum tipo de cuidado, pois pode abrigar vários vetores que colocam nossas vidas em risco com os mosquitos que transmitem a dengue e a leischmaniose.

CRUZAMENTO PRAÇA PANTANAL – ASSESSORIA

Indica a Prefeitura Municipal de Cáceres, Secretaria Municipal de Saúde e Vigilância Sanitária a imediata disponibilização de dose de reforço da vacina Janssen. No dia 16 de novembro, o Ministério da Saúde afirmou que quem tomou a vacina da Janssen deve tomar a segunda dose do mesmo imunizante em um intervalo de 2 a 6 meses após a primeira dose. “No início, a recomendação era que essa vacina fosse de dose única. Hoje, nós sabemos que é necessária essa proteção adicional”, disse.A regra é que a aplicação seja feita dois meses após a primeira dose, com possibilidade de dose de reforço cinco meses depois. Vale o lembrete: apesar de que a primeira dose tenha eficácia de aproximadamente 70% contra casos graves de covid, pesquisas científicas até agora indicam que a proteção dos anticorpos cai entre seis meses e um ano.Disponível em: https://www.gov.br/saude/pt-br/assuntos/noticias/2021-1/novembro/janssen-ministerio-da-saude-recomenda-dose-de-reforco-com-intervalo-de-dois-a-seis-meses

Para a Secretaria Municipal de Ação Social – SMAS Mazéh (PT) enviou uma indicação e um requerimento cobrando do executivo políticas públicas para a população LGBTI+ em Cáceres. Indica a SMAS a realização de um cadastro municipal LGBTQIA+, para os fins de quantificar e qualificar as informações sobre este grupo social em nosso município.Requer da Prefeitura Municipal de Cáceres, Secretaria Municipal de Ação Social, informações sobre o trabalho da referida secretaria junto a população LGBTQIA+ no município de Cáceres: 1. Quais Políticas Públicas são executadas pela SMAS em prol da comunidade LGBTQIA+;2. Como estão sendo executadas;3. Quais benefícios (municipal, estadual e federal) comunidade LGBTQIA+ pode acessar através da SMAS.

A política de Assistência Social é fundamental na proteção social e garantia de direitos da população LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros). Por isso, trabalha no desenvolvimento de serviços, programas, projetos e benefícios para que, além da superação de situações de risco, vulnerabilidade e violação de direitos, haja o alcance da equidade e erradicação de preconceitos.    Apesar de muitas pessoas afirmarem que a discriminação já não existe mais, a cada 26 horas, uma pessoa é assassinada por ser (ou parecer) LGBT. Portanto, ainda hoje, as marcas do conservadorismo estão presentes na sociedade e, por conta disso, essa população continua sendo estigmatizada, oprimida e marginalizada.          Devemos reconhecer que, depois de muitas lutas, houve uma evolução considerável, já que vários direitos foram conquistados pela população LGBT nos últimos anos. Porém, ainda há a necessidade de aprofundamento através de debates e na reafirmação das identidades de gênero e diversidades sexuais para que esses direitos não sejam perdidos e continuem avançando, Enfatiza Mazéh (PT).

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui