Café no Bule faz forte crítica a Francis

0
2

vereador entrevista no faquini

Em entrevista, vereador diz que Francis

é prefeito meia praça e que

transformou o Fipe em festa pra rico

             Em entrevista ao Programa Espaço Livre apresentado pelo jornalista Luizmar Faquini na Rádio Difusora nesta sexta-feira (17.06) o polêmico vereador Edmilson Campos (Café no Bule) – Líder do PSD no Legislativo Cacerense foi irônico ao dizer que o Chefe do Executivo Francis Maris Cruz (PSDB) vai entrar para a história como o “prefeito meia-praça” e de ter transformado o Fipe – Festival de Pesca de Cáceres em festa prá rico.

            As críticas do vereador se deve ao fato da administração municipal ter inaugurado às vésperas da realização do Fipe apenas a metade da reforma da praça Barão do Rio Branco. Segundo o parlamentar, outra façanha da administração do prefeito Francis, segundo ele, é de ter promovido uma “segregação social” durante a edição deste ano do festival de pesca.

            “Já tinha visto jogador meia-boca e time meia boca. Agora estou vendo um prefeito meia-praça. Enquanto Cacerense com muito orgulho que sou vi com tristeza o nosso maior evento que é o Fipe ter se transformado, este ano, em festa para rico” declarou Café no Bule.

            Durante a entrevista o vereador que é considerado líder da chamada bancada de oposição ao modelo de gestão do prefeito Francis na Câmara, voltou a criticar a qualidade do serviço de coleta de lixo no município. Segundo o vereador, o município está arrecadando cerca de R$ 240 mil por mês com a cobrança da taxa do lixo e o serviço piorou em relação aos anos anteriores.         

            Outro alvo das críticas do polêmico e emblemático vereador é o serviço de abastecimento d’água em Cáceres. Segundo o parlamentar, a autarquia da água está arrecadando por mês cerca de R$ 800 mil, quase 300% a mais em relação ao que era arrecadado no passado, sem que tenha havido melhorias dos serviços.

            “A autarquia da água virou uma máquina de arrecadar. São quase R$ 800 mil por mês com a cobrança da tarifa d’água e R$ 240 mil com a taxa do lixo. Mas, melhorias que é bom nada, ou seja, a nossa população está pagando caro por um serviço de péssima qualidade. Prá mim tá claro que a prioridade dessa administração é arrecadar e não o de melhorar a qualidade dos serviços” argumentou Café no Bule.

            Questionado pelo jornalista Luizmar Faquini, o vereador oposicionista voltou a dizer que tem divergências ideológicas com o prefeito Francis, mas mesmo assim está trabalhando em parceria com o deputado Leonardo Ribeiro Albuquerque (PSD) em favor de Cáceres. Um exemplo disso, segundo o parlamentar, é a restauração das ruas Padre Casemiro, Cardeais e avenida Afonso Pena no bairro Cidade Nova e de uma grande operação tapa-buracos na região da grande DNER.

            Esse trabalho está sendo executado pela prefeitura através da Secretaria de Obras e Serviços Urbanos com recursos viabilizados pelo deputado Leonardo Ribeiro Albuquerque junto ao Governo do Estado via Secretaria das Cidades em atendimento a uma indicação de autoria do vereador Edmilson Campos (Café no Bule).

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui