Claudio Henrique convoca Motoristas de ônibus

0
1

 

 

 

 

Vereador Cláudio Henrique - web
Vereador Cláudio Henrique – web

 

 

 

Os servidores com os cargos em risco estão

mais otimistas após manifestação do

Vereador Claudio Henrique acompanhada

em unanimidade pela Câmara Municipal

 

 

[dropcap]N[/dropcap]a sessão realizada ontem, dia 02.09, os Vereadores aprovaram por unanimidade indicação de Claudio Henrique ao Executivo, para que o Prefeito faça a convocação, em caráter de urgência, dos motoristas de ônibus do último concurso, que estão aguardando nomeação no cadastro de reserva.

O Vereador destacou, da tribuna, a importância de o Executivo Municipal convocar os candidatos que aguardam nomeação, do último concurso realizado, dando importante contribuição para a causa dos motoristas, guardas e auxiliares de serviços gerais, que estão apreensivos com a possibilidade de perderem os cargos em razão do Projeto de Lei Complementar n. 12, de 09 de agosto de 2019.

Segundo Claudio Henrique, o Município apresenta hoje plenas condições de convocar os motoristas do cadastro de reserva do último concurso, que darão importante contribuição, como servidores públicos, à municipalidade, que precisa colocar em funcionamento os diversos ônibus que estão à disposição e à mostra no pátio da prefeitura.

O Vereador Cézare Pastorello, por sua vez, endossou a indicação de Claudio Henrique, dizendo que hoje o município já tem a previsão no lotacionograma para a convocação de, pelo menos, 20 (vinte) motoristas de ônibus, e que a proposta de terceirização que o Prefeito que levar adiante não é benéfica nem para os cofres públicos e nem por questão de segurança, já que para o Município será impossível controlar quem realizará as atividades que hoje são exercidas por servidores públicos, sujeitos ao regime próprio da administração pública. Cézare Pastorello ainda destacou que quem votasse a favor da indicação feita por Claudio Henrique teria necessariamente que votar contra o PLC n. 12, que visa justamente extinguir os cargos de motoristas, guardas e auxiliares de serviços gerais.

O resultado foi a aprovação em unanimidade pelo plenário da Câmara, da indicação feita por Claudio Henrique, o que mostra que a Câmara não está bem convencida de que a terceirização é, realmente, a melhor saída para o município. O plenário da Câmara estava lotado, o que demonstra que não será fácil para os Vereadores votar o Projeto de Lei Complementar n. 12, de 09 de agosto de 2019, e que o Executivo ainda precisa trabalhar muito para convencer.

A redação apurou que os servidores estão se organizando para manifestação que ocorrerá no próximo dia 07 de setembro. Alguns já pensam em mandar fazer um outdoor, depois da votação do PLC n. 12, com a imagem dos vereadores que votarem contra os servidores e a favor do PLC n. 12. A questão promete gerar muita discussão ainda.

De tudo, ontem os servidores saíram mais otimistas da sessão da Câmara, que promete votar o PLC n. 12 nas próximas semanas, em meio à polêmica questão da terceirização e à falta de demonstração financeira do Executivo de que tal medida compensaria mais para os cofres públicos do que a nomeação dos concursados.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui