Doutor Leonardo deve deixar a Assembleia Legislativa para ser candidato a Prefeito

0
8

 

Prefeito Francis defende a reeleição
Prefeito Francis defende reeleição – Arte Celso Antunes

Doutor Leonardo com mais dois anos de mandato

pode ser eleito Prefeito, mas chama para si

muitos desafetos por descumprimento de promessa

Devido à força política que o atual prefeito de Cáceres, Francis Maris Cruz, se tornou – ao ponto de alçar voos mais distantes com articulações audaciosas e inteligentes, o deputado estadual Doutor Leonardo anunciou no confrade Diário de Cáceres que conforme o andar da carruagem deve abandonar o cargo de Deputado Estadual e ser candidato a Prefeito.

Para isso descarta o seu pupilo Sérgio Toro, que desde reunião passada tem James Cabral do PT de Vice.

Doutor Leonardo esclarece que não aceita as articulações do atual prefeito Francis, que por sua vez almeja chapa de consenso, falando com “chefões” de Partidos Políticos radicados em Cuiabá. Conversas essas no sentido de que os principais líderes políticos endossem a reeleição.

Na verdade o jogo se complica a cada instante. Para Francis, Doutor Leonardo é um dos que vem apoiar sua reeleição à mando dos caciques. Ao passo que Dr. Leonardo esbraveja, dizendo que nada procede e grita “se vir intervenção de cima para baixo, eu peito a cuiabania e saio como candidato a prefeito”.

Com isso Doutor Leonardo está certo, trata-se de um direito, mas, essa atitude exige extrema responsabilidade vez que passa a descumprir um tratado nas urnas com mais de 34 mil eleitores, não só de Cáceres como de muitos municípios, caso de Mirassol d´Oeste, Barra dos Bugres, e por aí vai. Ele é representante de Mato Grosso.

Se Doutor Leonardo vir a ser candidato a prefeito dá mostras de que seus comandados são de pouca competência política, por transparecer fragilidade na construção de candidatura majoritária ao ponto de ser preciso ele próprio se colocar frente a Francis.

O que se tem visto é que Francis tem maior domínio, simplesmente porque a maioria das siglas cacerenses se unem para derrotar o “costa de tartaruga”, apelido que gosta de usar por conta dos ataques que recebe.

Outro detalhe que Doutor Leonardo deve se atentar é para com o prazo de Convenção. Somente até o dia 5 para decidir se vai ou não ser candidato a prefeito. Há quem diga que amanhã, quarta-feira, a confirmação será anunciada aos quatro cantos de Cáceres. De quebra, Doutor Leonardo traz o ex-prefeito Túlio Fontes de vice para somar votos. O objetivo é enxotar Francis da Prefeitura a todo custo.

Ação essa que carece de muita prudência para não “fazer feio”, ou seja, uma possível derrota para Francis. Acontece que Doutor Leonardo já tem algum desgaste dos 21.318 votos das eleições em 2012, como também o ex-Prefeito Túlio. No mais, Francis, atrevido que é, certamente prepara trincheira para contra-atacar. A guerra está anunciada.

Segundo os inúmeros “marketeiros de plantão” essa decisão de Doutor Leonardo pode prejudicá-lo futuramente, não só pelo inevitável descrédito por abandonar o cargo eleito, como também pelos inúmeros adversários políticos que aumentam nas próximas eleições de 2018. Inclusive o próprio Túlio Fontes que é candidato em potencial para deputado estadual como federal. Ainda, Adriano Silva, também, Celso Silva que hoje sem sombra de dúvidas ganhou notoriedade e se, caso confirmar a articulação de Francis, o engenheiro Celso Silva será o maior adversário.

De todo, a chapa está super quente. As eleições 2016 têm várias inovações, uma delas os poucos dias de campanha, com isso prevalece o velho ditado “quem pode mais chora menos”.

Em conversa com o Prefeito Francis, foi taxativo em dizer que está “tranqüilo, porque o meu projeto de reeleição está como o de antes, ou seja, está nas mãos de Deus. Se Ele quiser que eu continue, nada e ninguém vai me impedir”, enfatiza.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui