Presidente da ArtMat quer espaço para Exposição “Réquiem da Terra”

0
5

 

 

 

 

 

IMG-20190728-WA0060

 

 

[dropcap]E[/dropcap]steve em Cáceres a Presidente da Associação dos Artistas Plásticos de Mato Grosso – ArtMat -, Idalina Gonçalves, juntamente com Carlinhos Viana, Carlos Alberto Bosquê e Adelice Queiróz, todos artistas plásticos.

Orientada pelo cacerense Carlinhos Viana, a Presidente Idalina consegue reunião com os Vereadores Rubens Macedo, Alvasir Alencar, Valdiniria Dutra, Cláudio Henrique e Jerônimo Gonçalves. Ela expõe pedido de espaço para exposição dos trabalhos artísticos, em foco, a sala projetada quando da construção da Sicmatur, época do ex-prefeito Ricardo Henry.

Idalina reclama que nessa época o prédio foi pensado, também, para a exposição de arte, mas “hoje está ocupado pela prefeitura”, disse.

Vai mais além: “a sala projetada para os artistas plásticos, simplesmente, se tornou a sede da Sicmatur”.

Diante dessa problemática, Rubens Macedo, Presidente da Câmara de Vereadores, convoca de imediato, o Secretário Júnior Trindade para dar explicações.

 

 

 

Júnior Trindade dá explicações aos Vereadores e aos Artistas Plásticos - Foto Felipe Deliberaes
Júnior Trindade dá explicações aos Vereadores e aos Artistas Plásticos – Foto Felipe Deliberaes

 

 

 

 

Sendo assim, Júnior é categórico em dizer que a Secretaria de Turismo e Cultura oferece total apoio aos Artistas Plásticos, porém, para o momento não há condições de mudança, e sim, futuramente, “quando a Secretaria deve mudar para o antigo Club 2000”, esclareceu.

Trindade, ainda, ensina que é preciso a ArtMat entrar com Requerimento para que seja viabilizado amplo estudo de sustentação ao movimento artístico em tese. De posse do Requerimento, Júnior promete inconteste amparo aos trabalhos da ArtMat, em Cáceres.

 

EXPOSIÇÃO

 

[dropcap]O[/dropcap] motivo de toda essa discussão, dá-se por causa do Projeto Réquiem da Terra, cuja abertura tem data para 16 a 20 de setembro em Cuiabá, ressalva de caso Cáceres não oferecer espaço para o dia 7 de setembro.  “Nossa intenção é que seja a abertura oficial em Cáceres”, pretende.

Em especial a’O Comunitário, Idalina Gonçalves, diz que Cáceres “perde” por falta de dar mais atenção aos trabalhos artísticos.

 

 

 

Celso Antunes conversa com a Presidente da ArtMat, Idalina Gponçalves - Foto Felipe Deliberaes
Celso Antunes conversa com a Presidente da ArtMat, Idalina Gonçalves – Foto Felipe Deliberaes

 

 

 

Idalina diz, ainda, que o “Réquiem é um trabalho de grande magnitude dado a sua mensagem tão premente nos dias atuais. Estamos trabalhando para que a Abertura seja em Cáceres no dia 7 de setembro, queremos que seja em Cáceres, desde que consigamos o espaço”, reiterou. “E Cáceres pode deixar de ver. Não vai ser a abertura em Cáceres, justamente porque não tem espaço. E pode ficar sem a Exposição. Esperamos que o Júnior Trindade nos ajude de maneira que possamos realizar. Bastante lamentável a cidade de Cáceres não ter um espaço adequado para exposição de artes plásticas. Se não tiver espaço por uma semana vai ser tudo em Cuiabá”, ponderou.

 

RÉQUIEM

 

[dropcap]O[/dropcap] significado de solenidade de fundo religioso, ou seja, homenagem póstuma em virtude da morte da terra causada por desmatamento, incêndio, guerras, agrotóxico. “Réquiem da Terra é um Projeto que expõe a morte da terra, da natureza. Nossos trabalhos objetiva chamar atenção, alertar para com a necessidade da preservação”, finalizou.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui