INFARTO: Morre Arno Rieder, ex-Reitor da Unemat

0
236

Oex-Reitor da Universidade Estadual de Mato Grosso, professor e Mestre e Doutor, Arno Rieder, veio a falecer no final da tarde de ontem quinta-feira (6), no hospital São Luiz.

“Arno deixa um legado de dedicação à Educação, ao Meio Ambiente e à Sociedade, com seu exemplo de vida e de preservação”

Ele deu entrada no hospital no dia anterior com dores na cabeça, nas costas e sua pressão arterial variava muito. Depois de testar negativo para Covid-19, foi diagnosticado com a gripe H3N2 e chegou a sofrer infarto antes e durante sua entrada no São Luiz, fato este (AVC) que o vitimou por volta das 18h30min.

Formado em Agronomia pela Universidade Federal de Pelotas/RS (UFPEL), o Mestre da Unemat, foi um dos bons frutos do Projeto Rondon – Campus Avançado de Cáceres, que aqui chegou em 1974 e por aqui ficou e deixou marcas na Educação e no Ensino Superior desta região. Arno Rieder foi Reitor da Unemat durante o período 1998 a 2002.

A Universidade do Estado de Mato Grosso lamenta profundamente a morte do ex-Reitor e Professor Arno Rieder, 69, em decorrência de um AVC hemorrágico. Arno Rieder sofreu dois infartos e um AVC.

Além da Unemat, Arno teve vinculo profissional e trabalhista com a Empresa Matogrossense de Pesquisa e Extensão Rural (EMPAER) e foi autor de dezenas de trabalhos e pesquisas nas áreas afins.

Arno Rieder foi a décima pessoa e o quarto reitor a estar na direção da Universidade do Estado de Mato Grosso – UNEMAT. O atual Reitor, decretou Luto Oficial de três dias e suspendeu todas as atividades dentro da instituição, seja na Sede como nos Campus.

Em Nota, o deputado federal Dr. Leonardo Albuquerque emitiu seu sentimento de pesar e lamentou a morte do professor. “Arno tinha uma mente brilhante, que muito contribuiu com pesquisas nas áreas de Agronomia” lamentou.

Já a Unemat, também em Nota Oficial, lamentou profundamente a morte do ex-reitor Arno Rieder e um dos fundadores da instituição, professor e doutor na área de agronomia, com trabalhos reconhecidos internacionalmente, pelas pesquisas com plantas e pragas domésticas. “Arno deixa um legado de dedicação a educação, ao meio ambiente e a sociedade, com seu exemplo de vida e de preservação”, registrou o atual reitor Rodrigo Zanin e a vice-reitora Nilce Maria.

Ele deixa a esposa Vera Maria e os filhos Frederico, Júlio César, Vanusa e Laura.

O velório do ex-reitor vai acontecer na Câmara Municipal, no Plenário Dr. Hênio Maldonado, a partir das 08h00 desta sexta-feira (7) e o seu sepultamento acontece ainda pela manhã.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui