Prefeitura de Cáceres/MT veiculou Campanha contra queimadas e incêndios

0
63

Assessoria – Esdras Crepaldi

A Prefeitura de Cáceres, através da sua coordenadoria de Defesa Civil, lançou a Campanha contra as queimadas e incêndios florestais.

A solenidade foi conduzida pela prefeita Eliene Liberato Dias, nesta quarta-feira, 29.

Com o slogan, “Queimadas e incêndios florestais são crimes; Apague essa ideia”, a campanha de prevenção tem por objetivo levar informações e orientações de alertas à comunidade cacerense e sua adesão maciça nos perímetros urbano e rural.

Para esta ação ambiental, a Defesa Civil trouxe vários parceiros: o Juizado Volante Ambiental (JUVAM), a Câmara Municipal de Cáceres, Ministério Público Estadual, através da Promotoria de Meio Ambiente, Corpo de Bombeiros Militar, Marinha do Brasil, 66º BIMTz, Polícia Ambiental, Sindicato Rural de Cáceres, Seeg Fibras, Nelore Grendene, TRC Agro-Florestal, Juba Supermercados e Grupo Cometa.

Designer Alessandro apresenta vídeo da Campanha – Foto: Ronivon

Segundo a Coordenadora de Defesa Civil, Andrelina Magali da Silva, a iniciativa, a campanha como um todo – visa conscientizar a população por causa dos perigos e das consequências que as queimadas e incêndios causam, sendo assim, “esperamos atingir ao máximo de pessoas, obviamente, no sentido de que “esse mal” seja diminuído em Cáceres”.

Magali acrescentou, que com a campanha do ano passado – os incêndios e queimadas foram bem reduzidos, por isso esperamos diminuir ainda mais estes números e estatísticas”, observou Magali.

Ela disse, ainda, que para alcançar o maior número de pessoas, peças publicitárias serão veiculadas em outdoors, rádio e televisão, redes sociais, e imprensa oficial da Prefeitura.

Para a prefeita Eliene Liberato, com o começo da estiagem e com a vegetação seca, é muito fácil acontecer incêndios.

Prefeita Eliene Liberato e Andrelina Magali anunciam Campanha contra queimadas e incêndios – Foto: Ronivon

A prefeita salientou a necessidade do comunicado junto a população através da Campanha. “Cometer queimadas é inaceitável. É crime ambiental que deve ser evitado. Com o tempo seco é fácil alastrar e sair de controle: portanto, precisamos de conscientização ”, avaliou Eliene.

Já a Promotora de Justiça da 2ª Promotoria Civil e Meio Ambiente e Ordem Urbanística de Cáceres, Liane Amélia Chaves, observou o valor da campanha para com a conscientização, fiscalização e combate às queimadas e incêndio: “sinto-me alegre diante de todo esse trabalho”, finalizou a Promotora.

Adaptação: Celso Antunes

O vídeo oficial da campanha produzido pela Coordenadoria de Comunicação foi apresentado. E, panfletos foram distribuídos.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui