Filha de piloto do avião de Marília Mendonça processará Cemig

0
140

Vitória Medeiros, filha do piloto Geraldo Martins de Medeiros Júnior, que conduzia o voo de Marília Mendonça, pretende processar a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) por conta do acidente que levou a queda do bimotor. Todos que estavam abordo, entre eles Geraldo Martins, faleceram.

Os advogados de Vitória Medeiros pretendem usar argumentação de que faltava a devida sinalização nas torres de energia na região do aeroporto em que o avião da cantora de sertanejo deveria ter realizado o pouso.

A Cemig informou que a aeronave colidiu com um cabo de energia poucos momentos antes de cair nas proximidades de um riacho. Moradores do local que dizem ter testemunhado o acidente também falaram ter visto a colisão.

A queda do avião ocasionou na morte da cantora e de mais quatro pessoas. As demais vítimas do acidente foram seu produtor Henrique Ribeiro, seu tio e assessor Abicieli Silveira Dias Filho, além do piloto e copiloto do avião, Geraldo Martins de Medeiros e Tarciso Pessoa Viana.

Crédito: Reprodução/ Super CanalAvião de Marília Mendonça passou por torre de alta tensão antes de cair

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui