BRUTALIDADE SEM FIM

0
5

Mulher de 65 anos tem a cabeça

partida ao meio a golpes

de machado

 

machado

 

A violência e a brutalidade contra uma mulher

indefesa revoltou a comunidade

do bairro Parque Geórgia, em Cuiabá

 

A primeira vítima de assassinato deste mês de fevereiro é uma mulher. Ela tem 56 anos e foi morta a golpes de machadadas na cabeça. Dona Regina Laudelina de Souza teve uma das mortes mais brutais dos últimos tempos em Cuiabá, principalmente em se tratando de uma mulher. Ela teve a cabeça destruída pela violência dos golpes.

Dona Regina foi assassinada em frente à casa de nº 51 da Rua Campina Verde, no bairro Parque Geórgia, na região do Coxipó, em Cuiabá. A vítima teve a cabeça partida ao meio. As cenas no local do crime assustaram e aterrorizaram as pessoas, tamanha foi a brutalidade contra uma mulher.

O crime, segundo a Polícia, aconteceu por volta das 14h30 da tarde desta terça-feira, 2. O pior, é que apesar da vítima ter sido morta no meio da rua a golpes de machado, ninguém viu nada, até uma pessoa encontrar o corpo de dona Regina no meiuo da rua.

O corpo de dona Regina foi removido do local do crime para o Instituto Médico Legal (IML), após ser liberado por investigadores da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), chefiados pela delegada Sílvia Pauluzi.

A Polícia iniciou as investigações, ainda no local do crime, mas ainda não tem pistas do assassino, muito menos conhece os motivos da brutalidade contra uma mulher de idade avançada e indefesa. Até o momento ninguém foi preso.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui