ESTELIONATO: Dois suspeitos são presos pela Polícia Civil na Arena Pantanal

0
26

A investigação iniciou a partir da comunicação registrada na semana passada, quando o Cuiabá Esporte Clube informou que foi vítima de estelionato virtual.

Dois homens foram detidos em flagrante pela Polícia Civil, na noite de terça-feira (17.11), na Arena Pantanal, em Cuiabá, pelo crime de receptação dolosa. A prisão foi feita em um dos camarotes do espaço esportivo, durante uma partida pela Série A, do Campeonato Brasileiro de Futebol.

A investigação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos da Capital (Derf) apontou que os suspeitos, um de 46 e outro de 38 anos, pagaram menos da metade do valor por um pacote na categoria diamante para assistir aos jogos do Cuiabá Esporte Clube pela Série A e adquiriram o serviço de golpistas.

A diligência dentro da Arena Pantanal contou com apoio da Delegacia do Torcedor, inaugurada nesta terça-feira pela Polícia Civil e que atuará em eventos esportivos com público acima de 10 mil pessoas e no entorno do espaço.

A investigação da Derf de Cuiabá iniciou a partir da comunicação registrada na semana passada, quando o Cuiabá Esporte Clube informou que foi vítima de estelionato virtual.

De acordo com a apuração realizada pela delegacia, os criminosos fizeram uma associação ao plano Sócio Dourado,  na categoria Diamante, do clube de futebol, utilizando cartões de crédito clonados. As operadoras dos cartões cancelaram as vendas, pois detectaram que as compras não foram realizadas pelos titulares dos cartões. O pacote Diamante ofertado pelo clube esportivo dá direito a vários benefícios ao sócio-torcedor, como descontos, camiseta oficial, entradas livres na Arena nos dias de jogos, ações exclusivas e camarote open bar. 

O delegado Guilherme de Carvalho Bertoli explica que os suspeitos auferiram  benefícios com a prática criminosa, uma vez que foram comprados pacotes de jogos com acesso a camarotes para assistir a partidas do Cuiabá pelo Campeonato Brasileiro, contudo, com o cancelamento do pagamento pelas operadoras, o clube cuiabano amargou prejuízo.

O clube então registrou boletim de ocorrência e a delegacia iniciou a investigação para identificar os golpistas e quem se beneficiou da prática criminosa.

Na terça-feira, a equipe de investigação da Derf Cuiabá apurou que os beneficiários das fraudes possivelmente compareceriam ao jogo entre o Cuiabá e o Internacional. Durante a partida, os policiais civis conseguiram identificar e prender os suspeitos em um dos camarotes da Arena Pantanal.

Conduzidos à delegacia especializada, os dois confessaram a prática do crime de receptação dolosa, uma vez que adquiriram os pacotes com a ciência de que eram provenientes de atividade criminosa.

Os suspeitos foram autuados em flagrante pelo crime e foi arbitrada fiança, que deve ser recolhida pelos dois.

O delegado Guilherme Bertoli observa que as investigações continuam para identificar os golpistas e outros possíveis receptadores que se beneficiaram dos crimes praticados.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui