ACERTO DE PONTEIROS

0
3

Fethab

Em reunião de 5h,

prefeitos indicam

demandas e Estado

exibe relatórios

reuniao-AMM-prefeitos-taques_patricia-(8).jpg

Prefeitos se reuniram com o governador Pedro Taques para reivindicar Fethab

 

Patrícia Sanches

Com duração de mais de 5 horas, a reunião entre 137 prefeitos de Mato Grosso, os 24 deputados e o Governo Pedro Taques (PDT) serviu para “acertar” os ponteiros e também para pedir uma trégua. Se, de um lado, os gestores reclamaram sobre a falta de estradas, ambulâncias, investimentos para impulsionar a geração de emprego e insegurança pública, de outro, Taques e equipe traçaram um panorama negativo sobre o Estado que receberam  há 33 dias, cheio de dívidas, com índices negativos e problemas de infraestrutura graves.

Alguns secretários como o de Fazenda, Paulo Brustolin; de Segurança Pública, Mauro Zaque; e de Infraestrutura, Marcelo Duarte, apresentaram diagnósticos de suas respectivas áreas, demonstrando a gravidade da situação para os gestores municipais.

Assim, o Executivo busca sensibilizar os prefeitos e conseguir amenizar a montanha de pedidos imediatos. Num segundo momento, os gestores elencaram ações positivas, que já estão acontecendo, como a redução no índice de criminalidade; pagamento de repasses atrasados e o início de um trabalho emergencial para a recuperação da malha viária.

Além disso, para demonstrar o comprometimento do Estado com as prefeituras, o secretário da Casa Civil Paulo Taques fez questão de abrir a sua fala ressaltando que as eleições ficaram para trás e que nenhum prefeito será abandonado ou tratado de forma diferenciada em razão de sua cor partidária.

Garantiu que o Executivo vai ouvir, diariamente, as demandas e buscar dar celeridade às ações. Uma das alternativas, segundo ele, será a implantação de sistemas de vídeo conferência nas 141 cidades. A medida será tomada devido o Estado ter uma dimensão territorial muito grande, o que prejudica e onera alguns prefeitos neste contato com o Executivo.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui