Bolsonaro se revolta: jovem morto em assalto por falso entregador – VEJA O VÍDEO

0
337

O rapaz morreu após levar quatro tiros de um falso entregador no bairro Jabaquara, Zona Sul de São Paulo, durante um assalto na última segunda-feira (25).

OPresidente Jair Bolsonaro (PL) publicou, nesta quinta-feira (28), uma série de tuítes em que prestou solidariedade aos familiares e à namorada de Renan Loureiro, de 20 anos.

– Minha mais profunda solidariedade à companheira e à família de Renan Loureiro. Que o responsável por essa brutalidade pague por seus atos e que Deus conforte o coração de todos! Neste momento a dor faz parecer não existir justiça, mas Deus não deixa os seus desamparados – escreveu o presidente.

O chefe do Executivo também afirmou que “não foi a reação da vítima diante de uma ameaça à sua integridade e a de sua companheira que lhe custou a vida, mas o conforto do bandido na certeza da impunidade”. O líder declarou ainda que o governo fará o que está ao seu alcance para combater a criminalidade.

– Continuaremos fazendo o que estiver ao nosso alcance para seguir avançando. É nosso dever impedir que cenas como essa sejam normalizadas. É nosso dever não esquecer das famílias que sofrem nas mãos do crime. No que depender de mim essa corja não terá um dia de paz! – completou.

O CASO

Renan e a namorada foram surpreendidos por um assaltante de moto que usava uma mochila com a identificação de uma empresa de entrega. O crime foi registrado pela polícia como latrocínio, o roubo seguido de morte, na delegacia da Vila Clementino, que fica também na Zona Sul da capital paulista. A namorada de Renan não ficou ferida no assalto.

A gravação de uma das câmeras de segurança do local onde Renan foi morto mostra que, antes de ser assassinado, o jovem se ajoelhou no chão e disse ao criminoso: “eu não tenho nada”. Em uma rede social, a mãe do jovem disse que o filho morreu por causa de um celular, mas ressaltou que a memória de Renan não será esquecida.

VÍDEO – DETALHES DO CRIME…

– Meu filho amado, você foi a pessoa mais maravilhosa que eu tive o prazer de conhecer – afirmou.

Um homem de 23 anos foi identificado pela Polícia Civil como sendo o assassino de Renan. Segundo o delegado Fábio Pinheiro Lopes, do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), o falso entregador mora na comunidade de Americanópolis, também na Zona Sul da capital.

O novo delegado-geral da Polícia Civil do estado, Oswaldo Nico Gonçalves, disse que as equipes agora estão em busca do homem que teria matado Renan. Até o momento o falso entregador segue foragido. Ele possui antecedentes criminais por porte ilegal de arma de fogo. Na casa dele, a equipe encontrou uma arma, uma bag de entrega de produtos de delivery e uma jaqueta.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui