CÁCERES TURISMO

0
6

TRANSPORTE AÉREO

Aeroporto de Cáceres vai

ser totalmente reformado

Programa de Aviação Regional viabiliza reforma de aeroporto
Programa de Aviação Regional viabiliza reforma de aeroporto

Assessoria

O Governo Federal, através  da Secretaria de Aviação Civil, vai investir direta ou indiretamente na reforma ou construção de 34 cidades consideradas estratégicas para o turismo, e que não sejam capitais. É o Programa de Aviação Regional. Segundo o ministro da Aviação, Eliseu Padilha, o turismo foi um dos principais motivos para o desenvolvimento do programa de aviação regional. “Queremos garantir a expansão da malha para integração do território nacional, desenvolvimento dos polos regionais, fortalecimento dos centros de turismo e a garantia do acesso das comunidades isoladas à saúde e inclusão social”, explicou.

O Prefeito de Cáceres, Francis Maris Cruz, anuncia, que felizmente Cáceres está na lista dos 28 municípios que vão receber recursos diretos. Segundo Francis, o Turismo é a maior empresa sem chaminés do mundo, gera muitos recursos. “Turismo é negócio, geração de renda e empregos diretos e indiretos, proporcionando também a interação e aproximação de pessoas de culturas e locais diferentes”, destaca o prefeito. Segundo ele, Cáceres, uma cidade histórica, com uma rica cultura e potenciais naturais incríveis, como o Pantanal e o Rio Paraguai, com a efetivação da aviação regional, tende a se firmar como um destino de grande visitação. “A falta do transporte aéreo  prejudica os municípios polos de turismo, pois acaba  atrapalhando o desenvolvimento turístico de alguns destinos. Com rotas regulares ou voos charters, tenho certeza que Cáceres será um destinos mais procurados para o turismo ecológico e de pesca esportiva”, acredita .

Para o Secretário de Turismo Júlio Parreira,  Cáceres atravessa um momento de grandes transformações sociais e o turismo  tem contribuído muito para a geração de emprego e renda. Ele explica  que o fato de Cáceres,  dentre os  5.570 municípios que compõe a estrutura geopolítica do país, ser um dos apenas 65  destinos indutores do desenvolvimento turístico regional, comprova toda expectativa do potencial do município, e impulsiona a união do poder público e do trade turístico a se organizarem cada vez mais para receberem essa indústria. “ Com um aeroporto funcionando, nossas possibilidades vão aumentar  e vamos receber um grande número de pessoas. O turista está em busca de algo que possa ser acrescentado à sua experiência de vida e principalmente ser bem recebido e bem tratado pela população local, e isso é o que o cacerense sabe fazer”, avaliza Júlio.

Ele  finaliza   dizendo que fazer turismo é descobrir o que cada cidade, cada local visitado tem de especial, procurando não apenas os recursos  naturais, os monumentos e lugares históricos, mas principalmente a cultura, as festas e costumes do povo do local visitado.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui