CONCHAVO?

0
2

É… Vergonha?

Vereadores ignoram CPI e

Operação Fidare e

aprovam contas de Francis

“Quem sou eu para questionar

o Tribunal de Contas…”,

disse Vereador Alencar

Marcinho Lacerda aprova contas de Francis Foto Kishi
Marcinho Lacerda obedece ao Tribunal de Contas e
é favorável a aprovação das contas de Francis
Foto Kishi
Jornal Oeste
Com uma postura corporativista, nove dos onze vereadores da Câmara de Cáceres, aprovaram na última Sessão, segunda-feira, 2, as contas de gestão do prefeito Francis Maris (PMDB), do ano de 2013.
 
Mesmo com 17 recomendações de ajuste e multa, o Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE), já havia dado parecer prévio pela aprovação.
 
Apenas os vereadores Edmilson Campos (PR) e Félix Alvares (SOL), foram contra. Eles alegaram que seria no mínimo contraditório votarem pela aprovação das contas diante do resultado da CPI da Saúde que culminou com a Operação Fidare que prendeu mais de 50 pessoas por supostas irregularidades na saúde inclusive na gestão do atual prefeito.
Para Vereador Félix - Tribunal de Contas é um bolicho...
Para Vereador Félix – Tribunal de Contas é um bolicho…

 Félix que foi o relator da CPI da Saúde reafirmou que o relatório do TCE é uma piada e disse que o órgão é um ‘bolicho’, que não merece crédito, pois aprovou todas as contas do ex-governador Silval Barbosa (PMDB) e do ex-presidente da Assembleia Legislativa, José Riva (PSD), suspeitos de cometerem diversas irregularidades.
 
Ele não criticou, mas lamentou a postura dos colegas, que aprovaram abertura da CPI, mas fecharam os olhos para questão em detrimento de interesses políticos pessoais.
 
A CPI da Saúde foi criada em agosto de 2013 por um requerimento assinado pelos vereadores Edmilson Campos (PR), Tarcísio Paulino (PSB), Félix Alvares (PSB), Salmo César (PROS), Sebastião Pinheiro (PRTB) e Valdeníria Dutra Ferreira (PSD).
 
Ela foi composta pelos vereadores Félix Alvares (PSB), Sebastião Pinheiro (PRTB) e Domingos dos Santos (PSC).
 
Após quatro meses e inúmeros elementos, inclusive utilizados para ‘calçar’, a Operação Fidare, a maioria dos vereadores ligados ao prefeito, votaram pelo arquivamento do relatório e da CPI.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui