GREVE

0
5

SOLUÇÃO

Bancada de MT tem

participação relevante na

solução da greve dos

caminhoneiros

Ezequiel  Foto Assessoria
Ezequiel lidera reunião junto ao ministro Rossetto no sentido de
acabar com a greve dos caminhoneiros.
Foto Assessoria
Assessoria
A bancada federal de Mato Grosso, sob a coordenação do deputado federal Ezequiel Fonseca (PP), liderou na noite de ontem quarta-feira (25) uma discussão com coordenadores de bancadas federais dos estados atingidos junto ao ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Miguel Rossetto com objetivo de avançar nas negociações e buscar o fim da greve dos caminhoneiros.
Ao ministro foi apresentada uma pauta, produzida na manhã de hoje, pelos coordenadores de bancadas de Mato Grosso, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, Bahia e Minas Gerais com medidas entendidas como de extrema relevância para solucionar o impasse estabelecido.
Muitas e muitas conversas em busca de consenso para possível melhorias aos caminhoneiros. Foto Assessoria
Muitas e muitas conversas em busca de consenso para possível melhorias aos caminhoneiros.
Foto Assessoria
A greve dos motoristas ocasionou o desabastecimento de alimentos e combustíveis, prejudicando milhares de pessoas nos dez estados que receberam a adesão ao movimento. Um dos principais argumentos dos motoristas é a inviabilidade do frete que se encontra com valor em baixa e o combustível em alta.
O pacote de medidas foi prontamente atendido pelo ministro e deverá ser apresentado aos caminhoneiros nas próximas horas, levando em consideração que o governo passou o dia com representantes do setor de transporte buscando um acordo. Porém, com a condição de suspensão da greve.
Outra proposta apresentada e que deverá receber a adesão do movimento é a criação de uma mesa permanente de negociação entre o governo federal, empresários, ministério do Transporte e entidades representadas para discutir temas recorrentes, como a margem do frete e uma ampla negociação a respeito dos débitos contraídos pelos caminhoneiros para aquisição de veículos utilizados para o exercício da profissão, estabelecendo um prazo mínimo de 12 meses.
Ezequiel fala de perto com Foto Assessoria
Ezequiel explica o caminho da solução…
Foto Assessoria
Para acirrar os ânimos, os deputados foram informados da decisão do governo do não reajuste no preço do diesel pelos próximos seis meses. Como também, a confirmação da sanção integral pela presidente e sem vetos da lei dos caminhoneiros.
Durante reunião, o coordenador de bancada de Mato Grosso, Ezequiel Fonseca sugeriu a imediata redução do preço do diesel. Segundo ele, para que haja hegemonia no processo. “Precisamos encontrar uma saída e dar viabilidade ao setor de transportes”.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui