Enchentes deixam população ilhada na Região Oeste

0
7

Deputado Wancley e prefeito de

Porto Esperidião avaliam prejuízos

após chuvas no município

wancleiy e prefeito de pontes e lacerda2

Eduardo Cardoso

O deputado Wancley Carvalho (PV) recebeu na tarde desta quarta-feira (27), o prefeito de Porto Esperidião, Gilvam Aparecido (PSD). O chefe do executivo pediu apoio do deputado diante da situação enfrentada pelo município, após fortes chuvas que provocaram inundação nos rios da região. A prefeitura decretou situação de emergência ainda no dia 18.

De acordo com o prefeito, 15 pontes foram destruídas e as tubulações de pelo menos seis vazões de água foram arrancadas com a força das chuvas.”O Governo do Estado, por meio da Defesa Civil, tem dado ajuda necessária. O deputado Wancley também é solidário com a situação, e tem nos auxiliado”, afirmou Gilvam.

No início dessa semana, o deputado Wancley integrou a comitiva do governador, Pedro Taques (PSDB), que sobrevoou a região atingida pelas chuvas. A visita foi acompanhada pelos secretários de infraestrutura, Marcelo Duarte, de Cidades, Eduardo Chiletto e de Assistência Social, Valdiney Arruda, além de representantes da Defesa Civil.

Após pedido do gestor municipal, o deputado marcou agenda na secretaria de Infraestrutura, para tratar sobre as questões das pontes do município. “Apesar dos enormes prejuízos, registramos apenas danos materiais. Graças a Deus todos estão bem, e recebendo ajuda necessária. Nessa reunião vamos tratar dessa situação que tem prejudicado milhares de pessoas”, pontuou Wancley.

Ainda durante a visita ao gabinete, o prefeito destacou que a região mais atingida foi a comunidade Acorizal, que abriga três aldeias indígenas com cerca de 300 habitantes. Com a queda das pontes, a população está ilhada. Os acessos para Pontes e Lacerda e para a área urbana de Porto Esperidião estão intrafegáveis. “A única forma para sair do local é pegar um desvio pela Bolívia, que sai em Cáceres. Porém é um desvio muito longo e perigoso”, pontuou Gilvam.

wancley
Deputado Wancley e Prefeito Gilvan, juntos em defesa da população ribeirinha

Prejuízos Segundo a Defesa Civil, o levantamento repassado pelos municípios de Pontes e Lacerda, Porto Esperidião e Vila Bela da Santíssima Trindade apontam que os prejuízos nas cidades giram em torno de R$ 7,4 milhões após as inundações nos rios Aguapeí e Alegre.

Porto Esperidião foi a primeira cidade atendida pela Secretaria de Estado das Cidades (Secid). O município repassou que são R$ 696 mil em prejuízos, entre casas atingidas, obras de infraestrutura e os danos da Escola Municipal Santo Antônio. Ao todo, são 477 pessoas afetadas indiretamente, 84 feridos, 25 desalojados e 10 desabrigados.

Em Pontes e Lacerda foram 58 pessoas desalojadas e outras 5,5 mil afetadas indiretamente. No município, os prejuízos econômicos ultrapassam os R$ 4,9 milhões. Em Vila Bela da Santíssima Trindade são 2 mil pessoas afetadas indiretamente, 28 desabrigadas e três desalojadas. A cidade repassou que os prejuízos em obras de infraestrutura somam mais de R$ 1,2 milhão e outros R$ 573 mil em imóveis atingidos.

Segundo o Governo do Estado, até o momento, já foi realizada nos três municípios a distribuição de 130 cestas básicas, 75 fardos de água, 60 cobertores, 17 colchões e dois rolos de lona às famílias atingidas.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui