REFORMA

0
9

 

BIBLIOTECA

Perda de recursos faz

oposição subir o tom das

críticas à administração

do prefeito Francis

cafe

 Assessoria

 Na sessão desta terça-feira (08.09) do Legislativo Cacerense a notícia dada pelo ex-secretário de Esporte e Cultura vereador Rubens Macedo (PR) dando conta que a prefeitura perdeu os recursos para a reforma do prédio onde já funcionou a prefeitura e a Câmara de Vereadores fez a oposição voltar a elevar o tom das críticas a administração do prefeito Francis Maris Cruz (PMDB).

O prédio que pertence ao município seria totalmente reformado e o local iria abrigar a biblioteca municipal. Ao todo foram perdidos, segundo Macedo, R$ 750 mil reais liberados pelo Governo Federal e R$ 180 mil reais do Governo do Estado para a execução da obra.

Para o vereador Edmilson Campos (Café no Bule) – considerado maior oposição a gestão do prefeito Francis Maris na Câmara a equipe da atual administração precisa vir a público esclarecer para a população o que de fato ocorreu.

“Não é possível que a prefeitura não tenha sido capaz de elaborar um projeto que atendesse as exigências do IPHAN para que a obra fosse executada” desabafou Café no Bule.

Na opinião do vereador a gestão errou quando não seguiu o exemplo da Câmara de Vereadores que no ano passado realizou várias audiências públicas com a participação da sociedade, dos ambulantes, comerciantes, Ministério Público e representantes do IPHAN até que se chegasse a um acordo para a execução da obra de reforma e revitalização da Praça Barão do Rio Branco.

Para o vereador Tarcísio Paulino (PSB) a administração fez um alarde sem precedentes para anunciar a execução da obra sem que tivesse garantido a aprovação do projeto técnico para a execução do serviço. “O resultado de mais esse equivoco administrativo é a perda de quase 1 milhão de reais para a reforma do prédio onde iria funcionar a nossa biblioteca” declarou Tarcísio.

Temendo que a prefeitura perca também os R$ 500 mil reais viabilizados pelo deputado estadual Leonardo Ribeiro Albuquerque (PDT) em atendimento a indicação de autoria dos vereadores Edmilson Campos (Café no Bule) e Tarcísio Paulino (PSB) os dois parlamentares voltaram a cobrar da administração que agilize a elaboração do projeto para que possa ser celebrado um convênio com a Secretaria Estadual das Cidades para ter acesso ao recurso.

Segundo o vereador Edmilson Campos, desde o dia 19 de agosto a secretaria, conforme ofício encaminhado ao prefeito pelo deputado Leonardo, espera a apresentação do projeto para a celebração do convênio.

“O recurso já está à disposição da prefeitura para a aquisição de emulsão asfáltica e agregados para a revitalização de ruas e avenidas localizadas nos bairros do Junco, Jardim Cidade Nova, Cavalhada, Centro, Santos Dumont, Vila Irene, DNER e Avenida Tancredo Neves. Reitero a cobrança para que a prefeitura não perca esse recurso à exemplo do que ocorreu no caso da reforma do prédio onde funcionaria a biblioteca municipal” alertou Café no Bule.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui