REPÚDIO

0
1

AUTARQUIA/SAEC

Francis chama

vereadores de

  oposição

de ‘politiqueiros’

Assessoria

Fazer oposição construtiva é de fundamental importância para a vivificação do estado democrático de direito.

Agora, a oposição politiqueira atrapalha a dinâmica de uma administração e se torna lesiva aos munícipes, afirma o Prefeito Municipal Francis Maris Cruz.
A população é que sofre as consequências e paga o pato por picuinhas das chamadas oposição politiqueira.

PREFEITO DIZ QUE VEREADORES SENTARAM EM CIMA DO PROJETO
PREFEITO DIZ QUE VEREADORES SENTARAM EM CIMA DO PROJETO

Este é o típico exemplo do caso da SAEC. O Projeto de Lei que visa à transformação da SAEC em Autarquia foi encaminhado para a Câmara Municipal no dia 13 de outubro de 2014. Já se passaram 04 (quatro) meses e a Comissão de Constituição Justiça, Trabalho e Redação constituída por vereadores de oposição sentaram-se sobre o Projeto de Lei e emperram sua tramitação.

Justiça seja feita, depois que a nova Mesa Diretora da Câmara assumiu o Legislativo, todos os Projetos de Lei que se encontravam literalmente engavetados, prejudicando a administração e lesando a comunidade começaram a tramitar e de consequência a Presidência da Câmara se viu no dever imediato de marcar o dia 20 próximo às 09:00 horas para a Audiência Pública para ouvir a população sobre a conveniência ou não da transformação da SAEC em Autarquia.

Uma oposição construtiva e séria, depois de passado 04 (quatro) meses, já teria tempo de sobra para estudar a matéria e defender ponto de vista contrário.
Não é isto, entretanto, que se observa quando se vê estampado na mídia que a “CCJ fechara questão e não aceita Audiência Pública d’água nesta sexta-feira pela manhã”, entre eles, todos os vereadores de oposição à atual administração municipal.

Depois de passados 04 (quatro) meses sentados no Projeto de Leis da Autarquia SAEC, estes oposicionistas de carteirinha não têm legitimidade para sustentar esta postura, alega o prefeito Francis Maris Cruz.

Fica claro que não fazem uma oposição séria, o que querem é tumultuar, o que querem é frequentar a mídia para mostrar um palanque politiqueiro, que de serviço à comunidade não tem nada a oferecer, ressalvado o prejuízo que causam a população cacerense, com o retardo de uma decisão administrativa de extrema importância para a captação de recursos que irá corrigir e sanar todas as questões relacionadas com o saneamento básico do município.

Esta é essa oposição! Será que amam Cáceres? Será que querem o progresso e o desenvolvimento da cidade? Pergunta o prefeito Francis Maris Cruz.
Cáceres está de portas abertas para a ZPE. É o que todos querem e a cidade precisa se preparar para recepcionar o crescimento que por certo virá de maneira incondicional.

Cáceres precisa reformar e ampliar o sistema de captação e tratamento de água do município.

Cáceres precisa equipar o município com redes de esgotamento sanitário, com a coleta e tratamento do esgoto do município.
O atual sistema operacional encontra-se obsoleto e, além disso, já se tornou pequeno para satisfazer o crescimento da população e, a solução é empreender esforços para reformar o que temos e ampliar o saneamento básico, para fazer chegar serviço de qualidade em todos os bairros da cidade.

Não seria a SAEC como uma coordenação da Secretaria de Obras que teria a capacidade gerencial de buscar investimentos para o setor, daí a necessidade premente de transformá-la em Autarquia, com autonomia própria e sem os percalços de uma administração centralizada como na gestão atual, finaliza o Prefeito Francis Maris Cruz.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui