TIROTEIO VERBAL

0
29

Riva denuncia caixa 2

de Taques e dispara que

adversário não tem moral

riva ataca taques

A GAZETA – Em um ato que reuniu cerca de mil pessoas em Cuiabá, na sede do comitê de sua campanha ao governo do Estado, nesta quinta-feira (14), o deputado estadual José Riva (PSD) endureu o discurso contra um de seus principais adversários na corrida eleitoral deste ano: o senador Pedro Taques (PDT). As declarações soaram como uma estratégia do social-democrata para conquistar os eleitores da baixada cuiabana e tentar reverter a rejeição ao seu nome na Capital.

A pesquisa do Instituto Gazeta Dados realizada em Cuiabá e divulgada na última quarta-feira (13) apontou Riva em terceiro lugar na disputa pelo Palácio Paiaguás, com 7% das intenções de voto na modali-dade estimulada e 2% na espontânea. O levantamento mostrou também que o parlamentar é o candidato ao governo com o maior índice de rejeição entre os eleitores da Capital, 36%.

Durante o evento, Riva focou boa parte de seu discurso em Taques. Fez diversas denúncias contra o pedetista e ressaltou que um dos motivos que o fez se candidatar ao cargo de governador foi justamente “mostrar essas coisas, principalmente, para Cuiabá e Várzea Grande”.“Eu quero mostrar para o povo que eu nunca roubei e que este que me denuncia é o mesmo que pegou um processo milionário, o caso Cooperlucas, e colocou na gaveta. Um procurador da República que faz isso não tem moral para falar de nada”, disse o deputado.

Riva também voltou a falar sobre os processos que enfrenta e são oriundos do período em que ele presidiu a Assembleia Legislativa. Sustentando ter assumido a Casa com um orçamento de R$ 32 milhões e dívidas de R$ 60 milhões, o social-democrata afirmou que “já naquela época pessoas que queriam subir na política viram no denuncismo o jeito de chegar ao Senado”.

O candidato do PSD ainda sugeriu haver um tratamento diferenciado por parte do Judiciário quando se trata dele próprio e do senador. “Ele sempre denunciou o caixa dois, daí na campanha de 2010 andou o Estado todo, as 141 cidades, em seis horas de voo. Eu fico pensando, se eu declaro isso na minha prestação de contas teria sido cassado. Já pago um preço muito alto por muito menos”.

Por meio de sua assessoria de imprensa, o senador Pedro Taques informou que não tecerá comentários sobre o discurso do deputado José Riva. Ressaltou, no entanto, que a prestação de contas de campanha de 2010 do pedetista foi aprovada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui