Nestor Fidelis faz viagem pela região Oeste de Mato Grosso

0
200
Nestor Fidelis – Arquivo

ASSESSORIA

Cacerense de coração e apaixonado por esta terra que o acolheu, o advogado e autor do livro “Política do Bem – os 10 mandamentos da cidadania” esteve em viagem nesta semana pela região oeste do estado de Mato Grosso. Durante sua visita às cidades de Comodoro, Glória d’Oeste, Pontes e Lacerda, Porto Esperidião, São José dos 4 Marcos, Mirassol D’Oeste e Cáceres, Fidelis dialogou com diversos setores da sociedade e ouviu da população quais são os maiores problemas de cada município.

Dezenas de encontros com lideranças comunitárias da região foram realizadas e as demandas de cada uma foi levantada para que articulações políticas possam resolver os problemas apontados. Recentemente Fidelis lançou o livro “Política do Bem” onde busca despertar em cada cidadão a responsabilidade e incentivo para participação nas políticas sociais e propõe também a renovação de condutas para se alcançar a eficiência no serviço público.

“Muitas pessoas não percebem que fazem política o tempo todo, inclusive ao criticar alguém que se atreva a escrever sobre esse tema que carrega alta carga de preconceito. Queiramos ou não, a política está presente em nossas vidas porque todos somos seres que necessitamos viver em sociedade. Por isso é importante que nos organizemos para promover o bem comum àqueles que nos cercam”, destaca Nestor.

Segundo Fidelis, tem sido muito importante sua presença constante na região para acompanhar de perto o perfil dos problemas municipais, “o perfil das demandas é semelhante, mas cada cidade tem uma particularidade. Não é possível aplicar uma fórmula e simplesmente sanar os problemas de uma forma mágica”.

A maior similaridade encontrada nas demandas realizadas pelas lideranças comunitárias foi em relação a falta de locais públicos de lazer como praças e pistas de caminhada, equipamentos de uso coletivo que melhoram a qualidade de vida dos munícipes.

Em Comodoro, outro problema que tem tirado o sono dos moradores da cidade é a falta de pavimentação asfáltica nas ruas do município. Os moradores estão sofrendo com o descaso do poder público que não zela pela saúde e bem-estar do cidadão. Afinal, com a poeira e a lama constantes crianças, idosos e pessoas alérgicas estão com a saúde prejudicada pela ausência do asfalto.

Em Glória D’Oeste e Porto Esperidião, os moradores se queixam das questões ligadas à segurança pública. Roubos e furtos estão acontecendo tanto na zona rural quanto na zona urbana do município, o que tem deixado os habitantes apreensivos.

Na cidade de Pontes e Lacerda, Nestor sugere a implantação de um hospital regional, já que esta é polo da microrregião a qual está inserida. Além disso, também indica uma articulação maior entre os municípios por meio do Consórcio Intermunicipal de Saúde, situação que acontece na região de Mirassol, 4 Marcos e Araputanga e beneficia positivamente os moradores da região.

“O estado deve se fazer presente nos municípios da região oeste. Além das queixas estruturais que ouvimos das pessoas nos municípios por onde passei, a população está carente de atenção. Há muito tempo falta uma política de desenvolvimento para essa região. Quem mora aqui tem orgulho desta terra, mas é necessário que os governos estadual e federal também olhem para cá como um polo de crescimento, temos agricultura, pecuária, mineração, serviços e profissionais de todo o país lutando para fazer com que a região Oeste se torne um local ainda melhor”, finalizou Nestor Fidelis.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui