SUCESSO ABSOLUTO

0
8

 

VOLTA POR CIMA

Festa da Pamonha

no Distrito de Caramujo

teve o seu devido êxito

O início da 8ª Festa da Pamonha: assunto de desenvolvimento, de futuro Foto Celso Antunes
O início da 8ª Festa da Pamonha: assunto de desenvolvimento, de futuro
Foto Celso Antunes

Celso Antunes

Nos dias 29, 30 e 31 de maio aconteceu a 8ª Festa da Pamonha no bucólico Distrito Santo Antônio do Caramujo.

O Jornal O Comunitário esteve “in loco” desde as primeiras horas de sexta-feira, dia 29, registrando os melhores feitos do maior evento daquela ordeira comunidade.

E o que as lentes registraram tratam-se de que as dificuldades constroem as perfeições. Em conversa Luiz Da Guia nos adiantou que a Festa da Pamonha estaria acontecendo com extrema dificuldade. Que as primeiras programações foram desfeitas por causa de vários fatores. “Mas tudo bem estamos realizando a 8ª Festa da Pamonha porque temos um compromisso com a população do Distrito do Caramujo”, sentenciou.

Estudantes que vivem, conhecem o dia a dia do campo Foto Celso Antunes
Estudantes que vivem, conhecem o dia a dia do campo
Foto Celso Antunes

No período vespertino, a partir das 14h, aconteceu pré-lançamento da festa nas dependências da escola estadual “João Florentino Silva Neto”, quando o Professor Diretor Geógrafo Robson César Hurtado bem recepcionou aos presentes. O alunado e corpo docente participaram ativamente da solenidade. Após foi ministrada palestra acerca do meio ambiente e produção no campo.

A personalidade política Chefe da Empaer, Lair Mota e sua Assessoria, ainda o Vereador Professor Domingos, entre outras autoridades estiveram no local.

Professoras da Escola "João Florentino" Foto Celso Antunes
Professoras da Escola “João Florentino”
Foto Celso Antunes

Em meio aos discursos, o anfitrião Luiz da Guia chamou a atenção da juventude para com o futuro do Distrito de Caramujo, enaltecendo a importância da realização da Festa da Pamonha, vez que gera divisas, movimenta o financeiro da localidade, enfim, “a Festa da Pamonha sem sombra de dúvidas tornou-se um marco de progresso para o Distrito de Caramujo. Através da Festa da Pamonha podemos colocar o Distrito em lugares de destaques ainda não imaginados. A Festa da Pamonha ultimamente só tem ajudado para com o desenvolvimento de Caramujo”, enfatizou.

Na oportunidade, Lair Mota da Empaer fez uso da fala e de modo coerente disse que a Região precisa pensar no futuro, tanto que “não menos prezamos as ações aparentemente pequenas, mesmo porque são elas que constroem o desenvolvimento”.

Lair Mota enalteceu a agricultura familiar, ou seja, “estamos trabalhando forte frente ao pequeno agricultor. A Empaer tem equipe motivada em prol da agricultura familiar. Queremos incentivar ainda mais a Agricultura Familiar. E, para o Distrito do Caramujo estamos à disposição”, destacou.

Alunas esperançosas de uma Caramujo melhor Foto Celso Antunes
Alunas esperançosas de uma Caramujo melhor
Foto Celso Antunes

Demonstrando alegria na fala, o chefe da Empaer, esclareceu que um dos caminhos da Agricultura Familiar é abastecer as escolas no item merenda, tanto que “recentemente a Empaer celebrou cooperação técnica junto a Secretaria de Fazenda – SEFAZ – relacionada a emissão de Nota Fiscal, ou melhor, existe amplo estudo de facilitar a “burocracia” para que o pequeno produtor participe das licitações da venda de produtos da Agricultura Familiar”, garantiu.

Na vez do Vereador Domingos fazer o uso da fala, de modo conciso parabeniza a todos, sobretudo reconhecendo o trabalho de Luiz da Guia ao ponto de convocar aos presentes para que de modo uníssonos executassem uma “salva de palmas”, isto é, aplausos ao Luiz da Guia. “Reconheço que fazer uma festa dessa proporção não é nada fácil, por isso que peço que batemos palmas para esse guerreiro do Distrito Caramujo”.

Assim, já se via que a 8ª Festa da Pamonha atingiria o sucesso…

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui