GREVE: HOSPITAIS SÃO LUIZ E REGIONAL

0
5

PARALISAÇÃO

Doutor Leonardo cobra

atrasos de repasse a

hospitais de Cáceres

 O parlamentar ressaltou ao secretário

de Saúde do Estado, Marcos Bertúlio

a possibilidade de greve no próximo dia 22

hhh Foto Celso Antunes
Deputado Dr. Leonardo diz sobre greve de hospitais
Foto Assessoria

 Assessoria

O deputado estadual, Doutor Leonardo Albuquerque (PDT/MT) alertou ao secretário Estadual de Saúde, Marcos Bertúlio, durante reunião na Casa Cidadã, sobre a possibilidade de greve dos hospitais São Luiz e do Regional de Cáceres, que são referência em saúde para aproximadamente 350 mil habitantes da região.

Caso não sejam efetuados os repasses referentes aos meses de setembro a dezembro do ano passado, a Associação Congregação de Santa Catarina (OSS) promete uma paralisação para o próximo dia 22 de abril.

“Estamos lutando para que o repasse seja realizado, mas também solicitamos a compreensão dos envolvidos nesta mobilização pela paralisação, pois o atual governo já quitou outro grande valor referente a atrasos”, informou o deputado.

O secretário Marcos Bertúlio disse que até o dia 22 de abril será difícil prometer aos hospitais que o dinheiro estará na conta. Segundo ele, o valor demora a ser liberado e ainda leva dois dias para compensar, o que, resumidamente, não permitirá a quitação da dívida antes do dia da pretensa paralisação.

O secretário ressaltou que foram pagos outros atrasos e, conforme levantamentos internos, a SES terá condições de quitar o saldo devedor em breve. “Vamos conversar para que não ocorra a greve. Vamos pagar o devido da gestão passada e ficará apenas o mês de novembro para trás”, garantiu Bertúlio.

Doutor Leonardo disse que transmitirá essas informações à gestão dos hospitais e aos servidores. “Assim como solicitamos mais atenção à questão dos nossos hospitais, vamos atuar em Cáceres solicitando a compreensão e ampliação desse prazo. Não queremos que a população, já tão sofrida, fique mais desassistida. Vamos resolver juntos”, defendeu Doutor Leonardo.

Juntamente ao deputado estadual, o vereador por Cáceres, Edmilson Campos (Café no Bule) e o presidente da União Cacerense de Associação de Moradores (UCAM), Enésio Mariano participaram da reunião para reforçar ao secretário de Saúde a iminência de greve.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui