PROGRAMA SAÚDE COM AGENTE: Deputado Dr. Leonardo e Ministro da Saúde lançam Cursos para 200 mil Agentes de Saúde do Brasil

0
98

As qualificações terão duração de 10 meses, com carga horária de 1.275 horas, e serão destinadas para os Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias

FOTO/Crédito: José Cruz/Agência Brasil

Por Agência Brasil

OMinistro da Saúde, Marcelo Queiroga, e o Presidente da Frente Parlamentar em Defesa dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias (ACS e ACE), Deputado Federal Dr. Leonardo (Republicanos-MT), juntamente com Autoridades nacionais, lançaram nesta quarta-feira (22), em Brasília, o Programa Saúde com Agente.

Segundo o Governo Federal, a iniciativa vai qualificar mais de 200 mil Agentes Comunitários de Saúde e de Endemias em todo o país, divididos em 5.452 municípios, o que corresponde a 98% do Brasil.

As inscrições já foram encerradas e os cursos vão começar em agosto. “Esse curso, com a abrangência que tem e com o conteúdo programático de excelência, fará uma verdadeira revolução no nosso Sistema de Saúde”, afirmou Queiroga.

O Programa tem investimento de mais de R$ 388 milhões. “É uma grande iniciativa do Governo Federal que irá proporcionar a qualificação dos nossos profissionais de saúde, que já trabalham diretamente nas comunidades carentes. Quem ganha é o Brasil e a saúde de todos os brasileiros que serão atendidos por profissionais valorizados. É uma forma efetiva e prática de fazer saúde envolvendo um atendimento humanizado”, declarou o deputado Dr. Leonardo.

FOTO/Crédito: José Cruz/Agência Brasil

Conforme explicou o Ministro Marcelo Queiroga, este será o maior programa de formação técnica na área da saúde da histórica do Brasil, que terá um formato híbrido – presencial e à distância.

Os cursos são resultados de uma luta do Deputado Federal Dr. Leonardo. As qualificações terão duração de 10 meses, com carga horária de 1.275 horas, e serão destinadas para os Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias.

FOTO/Crédito: José Cruz/Agência Brasil

Ainda de acordo com o Ministro Queiroga, o curso poderá melhorar os indicadores de saúde do país, principalmente os que envolvem os serviços de atenção primária realizados em prol dos brasileiros. Dentre as doenças que poderão ser identificadas e atendidas com mais agilidade, estão os casos de hipertensão, tabagismo e diabetes, uma vez que assim que houver a suspeita dos agentes, os cidadãos já poderão ser encaminhados para o atendimento nas unidades de saúde.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui